tragédia brumadinho
Minas Gerais Bombeiros detectam movimentação em lama de rejeitos em Brumadinho

Bombeiros detectam movimentação em lama de rejeitos em Brumadinho

Corporação suspendeu temporariamente as buscas pelos desaparecidos em algumas áreas atingidas até que seja garantida a estabilidade

Não há prazo para fim das buscas pelos desaparecidos

Não há prazo para fim das buscas pelos desaparecidos

Divulgação / Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros detectou, na manhã desta segunda-feira (18), uma movimentação na lama de rejeitos restante na barragem B1, da Vale, em Brumadinho, rompida no dia 25 de janeiro.

Devido à movimentação, as buscas pelos desaparecidos precisaram ser restringidas em algumas áreas. Segundo a corporação, a desmontagem da usina de ITM (Instalação de Tratamento de Minério), iniciada neste domingo (17), foi interrompida.

Carta de menina emociona bombeiros em Brumadinho

Militares foram designados para monitorar a área. Drones também estão sobrevoando a região para detectar novos focos de movimentação.

Até o momento, a Polícia Civil de Minas Gerais já confirmou 169 mortes causadas na tragédia. Outras 141 pessoas continuam desaparecidas.