Minas Gerais Brasileiro que mora em Portugal desaparece após voltar ao Brasil

Brasileiro que mora em Portugal desaparece após voltar ao Brasil

Mineiro de Governador Valadares foi visto pela última vez em Guarulhos; homem teve crise de ansiedade durante voo

Um homem de 46 anos, natural de Governador Valadares, a 320 km de Belo Horizonte, desapareceu após desembarcar no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. O mineiro morava em Portugal há cinco anos e veio para o Brasil visitar a família.

Eliseu Teixeira Mendes saiu de Lisboa no último domingo (1º) com destino a Belo Horizonte, onde pegaria um ônibus para Governador Valadares. Durante a viagem, ele teria sofrido uma crise de ansiedade e foi atendido ainda dentro da aeronave. Eliseu foi levado para um posto médico após o avião pousar em São Paulo e, na sequência, foi para um hotel.

O voo para Belo Horizonte foi remarcado para a manhã de segunda-feira (2), mas Eliseu não embarcou. Uma prima dele foi até o hotel e viu, nas imagens das câmeras de segurança, que o sobrinho saiu do hotel por volta das 4h de segunda-feira e não retornou mais. Segundo o irmão de Eliseu, Edson Teixeira Mendes, ele parecia transtornado.

— A câmera mostra quando ele desce e começa a mexer na carteira e no celular. A gente percebe que são atitudes diferentes do que ele costumava fazer. Depois disso eles deixaram ele sair do hotel.

Entregadores de uma pizzaria no bairro Vila Maranduba, em Guarulhos, afirmam ter visto o mineiro na mesma noite, falando alto no telefone celular e gesticulando bastante. No dia seguinte, a bolsa de Eliseu, com toda a documentação e dinheiro, foi encontrada no centro da cidade.

Eliseu desapareceu após chegar em Guarulhos

Eliseu desapareceu após chegar em Guarulhos

Reprodução / Record TV Minas

Eliseu Teixeira Mendes trabalha em Portugal como montador de móveis. Ele possui três filhos no Brasil e aproveitaria a oportunidade para comemorar o aniversário de um deles, que mora em Poços de Caldas.

O irmão de Eliseu acredita que a empresa aérea foi irresponsável ao ministrar os medicamentos e pede ajuda para encontrar o mineiro.

— Eu fiquei sabendo que ele foi medicado com clonazepam. Foram irresponsáveis. Ele está sem dinheiro e sem documentos. Também não sabemos se ele está com celular. Se encontrarem, tentem conversar com ele ou entre em contato com algum familiar.

Em nota, a Latam Brasil informou que Eliseu foi atendido dentro da aeronave por uma equipe médica. Por estar sem condições físicas de continuar a viagem até Belo Horizonte, ele recebeu acomodação, alimentação e transporte da companhia. A empresa esclarece que o mineiro não solicitou nenhum atendimento especial e garante que está prestando apoio aos familiares e autoridades.

A Polícia Civil de São Paulo informou que o caso é investigado e que uma equipe monitora albergues e hospitais da região para tentar localizar o desaparecido.

Últimas