tragédia brumadinho
Minas Gerais Brumadinho: Vale já tem R$ 11 bilhões bloqueados pela Justiça 

Brumadinho: Vale já tem R$ 11 bilhões bloqueados pela Justiça 

Além dos valores congelados judicialmente, mineradora foi multada em R$ 349 milhões pelo Governo de MG e pelo Ibama

Ponte foi levada pela lama de rejeitos

Ponte foi levada pela lama de rejeitos

BBC NEWS BRASIL

Até a tarde deste domingo (27), a Justiça mineira já havia bloqueado R$ 11 bilhões da mineradora Vale para garantir a recuperação dos danos causados pelo rompimento da Barragem de Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. Além dos bloqueios, a empresa recebeu duas multas que totalizam R$ 349 milhões.

O primeiro bloqueio, no valor de R$ 1 bilhão, foi feito ainda sexta-feira (25), no dia da tragédia. O Juiz de plantão da Vara de Fazenda Pública de Belo Horizonte, Renan Carreira Machado, determino que o dinheiro fosse transferido para uma conta judicial, a pedido do Governo de Minas Gerais.

Equipe de resgate de Israel começa a chegar para ajudar em Brumadinho

Neste sábado (26), o MPMG (Ministério Público de Minas Gerais) conseguiu a contenção de R$ 5 bilhões das contas da companhia para garantir a reparação dos danos ambientais causados pelo rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão. Segundo a Vale, 12 milhões de metros cúbicos de lama vazaram do complexo com o acidente.

Já neste domingo (27), a juíza Perla Saliba Brito determinou o bloqueio de outros R$ 5 bilhões para a reparação dos danos causados às vítimas do rompimento. Procurada pela reportagem, a Vale informou que vai se manifestar em breve sobre o atendimento às decisões da Justiça.

Confira os bloqueios judiciais e multas recebidos pela Vale:

    •  R$ 1 bilhão bloqueado em ação movida pelo Governo (para atendimento às vítimas)

    • R$ 5 bilhões bloqueados em ação movida pelo MP (para reparação ambiental)

    • R$ 5 bilhões bloqueados em ação movida pelo MP (para reparação de danos às vítimas)

    • Multa de R$ 250 milhões aplicada pelo Ibama

    • Multa de R$ 99 milhões aplicada pelo Governo de MG