Minas Gerais Câmara de BH vai criar comissão para discutir reforma da BHTrans

Câmara de BH vai criar comissão para discutir reforma da BHTrans

Comissão conta com aval da Prefeitura de Belo Horizonte e deve propor mudanças no sistema que gerencia a mobilidade na capital

Comissão vai discutir novo modelo para empresa

Comissão vai discutir novo modelo para empresa

BHTrans / Divulgação

A Câmara de Belo Horizonte deve aprovar, ainda nesta semana, a criação de uma comissão especial que vai discutir a reforma da BHTrans, empresa que gerencia o trânsito e a mobilidade urbana na capital mineira. Na prática, esse é o primeiro passo para que a companhia deixe de existir no atual modelo

Nesta terça-feira (2), a presidente da Câmara, Nely Aquino, e os líderes partidários se reuniram com o prefeito Alexandre Kalil (PSD) e o secretário de Governo, Adalclever Lopes (MDB) para discutir o assunto. 

Veja: "Ajuda" da Prefeitura de BH a empresas de ônibus é investigada

De acordo com o vereador Gabriel (Patriota), o assunto conta com apoio da prefeitura e o tema deverá ser tratado em conjunto pelos poderes Executivo e Legislativo.

— Essa comissão conta com o apoio do Secretário de Governo. Não vamos receber um texto pronto com apenas colaborações do Poder Executivo. Vamos fórmula-lo em conjunto. E quero prazo claro para isso. 

Ainda segundo o parlamentar, que preside a Comissão de Legislação e Justiça da Câmara, a Comissão Especial de Reforma da BHTrans, Reformulação do Contrato com Concessionárias de Transporte Público e Mobilidade Metropolitana, como está sendo chamada, já conta com as assinaturas necessárias para ser criada e deve ser oficializada nesta semana. 

Contratos

No início do ano, a Prefeitura de Belo Horizonte conseguiu trocar o comando da BHTrans. O ex-subsecretário de Transportes e Mobilidade do Governo de Minas Gerais, Diogo Prosdocimi, teve o nome aprovado pela Assembleia Geral Extraordinária dos Acionistas da empresa e assumiu o cargo.

O movimento foi entendido como um passo da prefeitura no sentido de esvaziar parte das atribuições da BHTrans. A empresa, hoje, é responsável por gerir os contratos com as empresas de transporte público da capital. No entanto, o prefeito já manifestou o desejo de que essa atribuição seja englobada por uma super secretaria de transportes, que seria chefiada pelo atual vice-prefeito Fuad Noman (PSD). 

O principal obstáculo da Câmara de Belo Horizonte também deve ser a discussão de um novo modelo de contrato com as empresas, que tem mais sete anos de vigência de contrato.  

Últimas