Minas Gerais Candidato a prefeito é preso após tentar atropelar PM em Passos (MG)

Candidato a prefeito é preso após tentar atropelar PM em Passos (MG)

Dr. Aquiles (Avante) tentou entrar armado em um debate na Câmara da cidade, entrou no carro e fugiu da polícia; candidato foi preso em flagrante

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7

Aquiles (Avante) foi preso em flagrante

Aquiles (Avante) foi preso em flagrante

Divulgação/TSE

Candidato à Prefeitura de Passos, a 380 km de Belo Horizonte, Aquiles Grintaci Vasconcellos, conhecido como Dr. Aquiles (Avante), foi preso em flagrante na noite desta quinta-feira (29) após tentar atropelar um policial militar durante uma perseguição.

De acordo com boletim de ocorrência, o candidato teria tentado entrar com uma arma de fogo na Câmara Municipal, onde ocorria um debate. O detector de metais do prédio apitou e ele teria deixado a arma com um assessor.

A Polícia Militar foi acionada e, ao chegar ao local, o suspeito entrou no carro e fugiu. Neste momento, a PM começou uma perseguição contra o candidato, que é médico no município. Segundo relato dos policiais militares,

Dr. Aquiles entrou no carro, que é blindado, e seguiu em alta velocidade pelas ruas de Passos até chegar a uma estrada. Com os faróis desligados, ele seguiu pela contramão e quase atingiu a viatura, voltando em direção à cidade em alta velocidade.

Tentativa de atropelamento

Ainda conforme o registro do BO, o carro da polícia tentou interceptar o veículo do candidato, parando no meio da rua, mas o suspeito forçou a passagem entre a viatura e o meio-fio, quando atingiu o carro da PM e uma árvore.

Para se livrar e continuar a fuga, Aquiles deu ré e atingiu a viatura por diversas vezes. O cabo Leandro, que estava conduzindo o carro, foi atingido diversas vezes e ele teve lesões na costela e no joelho.

Neste momento, outros dois PMs, o sargento Terra e a soldado Thays dispararam contra os pneus do carro do suspeito, mas ele seguiu, tentando atroplear o sargento, até bater no muro de uma casa.

Dentro do veículo foram apreendidos R$ 494, além de envelopes com substância parecida com cocaína e três celulares. 

Prisão

De acordo com a Polícia Civil, chamada ao local para realizar a perícia, o suspeito foi preso durante a madrugada desta sexta-feira (30), autuado pelos crimes
de dano ao patrimônio público, resistência à prisão, desacato, direção perigosa, lesão corporal e porte de arma. 

Em nota, o Avante, partido ao qual está filiado e disputa a eleição o candidato à Prefeitura de Passos, disse repudiar "quaisquer ações violentas e não compactua com práticas criminosas". A legenda disse, ainda, que deseja que os fatos sejam esclarecidos e que irá colaborar com as investigações.

Últimas