Minas Gerais Casal é baleado por policial militar reformado após "esbarrão" em bar

Casal é baleado por policial militar reformado após "esbarrão" em bar

Vítimas faziam uma confraternização na porta de casa quando foram buscar cerveja em um bar próximo; briga dentro do local motivou os disparos

  • Minas Gerais | Virgínia Nalon, da Record TV Minas, com Caio Augusto*, do R7

Um casal ficou ferido após ser baleado na porta de casa, na noite deste domingo (30), no bairro Nova Cintra, na região Oeste de Belo Horizonte. O suspeito dos disparos é um subtenente reformado da Polícia Militar, que atirou após receber um esbarrão. 

De acordo com a polícia, o caso aconteceu durante uma briga dentro de um bar, após o subtenente e o casal se desentenderem. Segundo o irmão da vítima, ele contou que estavam fazendo uma confraternização em comemoração ao título do Atlético-MG, que foi campeão mineiro, quando tudo aconteceu.

— Nós estavamos tomando cerveja na porta de casa quando minha irmã e meu cunhado foram buscar cerveja. Depois disso eu escutei o pessoal gritando e, logo depois, um disparo. Me deparei com meu cunhado baleado e com minha irmã com um machucado sangrando na orelha. 

Casal foi levado para o Hospital João 23 após ter sido baleado

Casal foi levado para o Hospital João 23 após ter sido baleado

Reprodução/RecordTV Minas

Ainda segundo o irmão da vítima, ele diz que o tiro teria sido disparado pelo subtenente, que é morador do bairro. 

— Ele é conhecido na vizinhança, é um camarada um pouco impulsivo, acha que é o dono do mundo. Ele poderia ter conversado, porque ele chegou e disparou contra um menino desarmado. 

Outro Lado

Segundo relatos do suspeito à polícia, ele contou que chegava em casa quando foi abordado por um rapaz que se aproximou do carro dele fazendo ameaças com um capacete em mãos. Ele contou que sacou a arma e atirou contra as vítimas. 

Ainda segundo relato do suspeito, ele saiu do local logo após os disparos, porque os parentes das vítimas estavam muito nervosos e que foi agredido por algumas pessoas. Ele também disse que decidiu ir para um lugar mais seguro e chamar a polícia para contar a versão dele sobre o que tinha acontecido. 

A Polícia Militar foi até o local após a ligação do homem, que foi preso pela corporação. Os militares apreenderam a arma do subtenente e o encaminharam para a delegacia. 

Segundo a PM, as vítimas foram socorridas e levadas para o Hospital João 23, no centro de BH. As vítimas, uma mulher, que levou um tiro de raspão na orelha, já teve alta. O homem precisou passar por uma cirurgia e seu quadro de saúde é estável. 

*Estagiário do R7 sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas