Coronavírus

Minas Gerais Ceasa nega falta de produtos após vídeo viralizar na internet

Ceasa nega falta de produtos após vídeo viralizar na internet

De acordo com a direção da unidade de Contagem, na Grande BH, o espaço passava por limpeza no momento em que a gravação foi feita 

  • Minas Gerais | Marina Avelar*, Do R7

Feira acontece normalmente no local

Feira acontece normalmente no local

Divulgação/Seapa

O presidente da ACCeasa (Associação Comercial da Ceasa-MG), Noé Xavier da Silva, negou na manhã desta quarta-feira (1º) um possível desabastecimento na unidade devido aos reflexos da pandemia do novo coronavírus.

O anunciou foi feito após circular na internet, nesta terça (31) um vídeo de um homem mostrando uma possível falta de mercadorias na CeasaMinas (Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S.A.). Em um trecho do vídeo,  ele fala, " 31 de março de 2020, eu tô aqui na Ceasa de Belo Horizonte. Da uma olhada aqui no movimento. Isso aqui se chama desabastecimento."

De acordo com o presidente da associação, o vídeo que ganhou repercussão é falso e o momento em que foi gravado estava acontecendo uma limpeza onde ocorre o Mercado Livre do Produtor.

—  Enquanto a Ceasa realizava a limpeza do Mercado Livre do Produtor, circulou um vídeo indicando desabastecimento no nosso entreposto. Este fato não é verdade.

Ainda segundo Silva, o trabalho continua sendo feito com a intenção de garantir a alimentação e o abastecimento para todos.

— O mercado segue firme e abastecido para garantia e alimentação para mais de 400 municípios de Minas Gerais. Produtores, comerciantes, carregadores da Ceasa Minas e empresários seguem firme no propósito de garantir o abastecimento para todos.

Em nota a Seapa ( Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais), informou que acompanha a situação da unidade localizada em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte , e que o abastecimento segue normal.

A secretaria também afirma que esta sendo feito um monitoramento na produção agropecuária do Estado.

Veja a nota na íntegra:

"A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) esclarece que desde o dia 12 de março - quando foi decretada pelo Governo do Estado a situação de emergência em saúde pública em razão do surto de doença respiratória causada pelo Coronavírus (Covid-19) - segue monitorando, diariamente, as ações da Ceasaminas e afirma que o fluxo de abastecimento segue normal.

Ontem, 31 de março, circulou pela internet um vídeo indicando o desabastecimento no entreposto da Grande BH, localizado Contagem. A Seapa afirma que a informação é inverídica. A limpeza do Mercado Livre do Produtor (MLP), local em que o vídeo foi gravado, é realizada todas as terças, quintas e sextas-feiras, no período da tarde, e aos finais de semana. Não é permitido no momento da limpeza a permanência das caixas com os alimentos.

Informamos, ainda, que a Secretaria e suas vinculadas (Emater-MG, Epamig e Instituto Mineiro de Agropecuária - IMA) estão realizando o monitoramento da produção agropecuária no Estado, visando identificar possíveis impactos no processo de produção e abastecimento de alimentos. O levantamento e a sistematização das informações serão acompanhados semanalmente e atualizados uma vez por mês.

O relatório da segunda quinzena de março, apresentado ao Comitê Extraordinário Covid-19, aponta situação de normalidade, sinalizando não haver impacto significativo da pandemia, nas produções dos principais grãos (soja, milho, feijão e sorgo); café, frutas e olerícolas; e carnes (bovina, suína e aves). O levantamento está disponível no site da Seapa (https://bit.ly/341PMFR)."

*Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas