Minas Gerais Cirurgias são canceladas no Hospital das Clínicas de BH durante greve de servidores

Cirurgias são canceladas no Hospital das Clínicas de BH durante greve de servidores

Na manhã desta quinta-feira (29), cerca de cem funcionários fizeram uma manifestação em frente à unidade por reajuste salarial

  • Minas Gerais | Túlio Lopes e Virgínia Pedrosa*, da Record TV Minas

Servidores se reuniram na porta do hospital

Servidores se reuniram na porta do hospital

Túlio Lopes/Record TV Minas

Uma parte das cirurgias no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais foi cancelada por causa da greve de servidores da EBSERH (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares). Na manhã desta quinta-feira (29), por volta de cem profissionais fizeram uma manifestação em frente à unidade de saúde em Belo Horizonte.

Segundo o sindicato que representa a categoria, cerca de 50% dos funcionários paralisaram as atividades há uma semana e pedem reajuste salarial, que não é alterado faz três anos.

Ainda de acordo com os manifestantes, o movimento compromete 50% de todo o corpo de funcionários, e afeta ambulatório, CTI (Centro de Tratamento Intensivo) e emergência. As cirurgias de urgência e transplantes foram mantidas.

Nesta manhã, Antônio Resende, de 72 anos, foi até a unidade de saúde para realizar exames para o tratamento do AVC (Acidente Vascular Cerebral) que sofreu. Ao chegar ao local, o paciente não conseguiu atendimento. "A sensação é de frustração. Viemos de Sarzedo e falaram para a gente que não tinha médico para atendimento. A consulta estava marcada”, disse.

Uma reunião entre os profissionais e a Justiça para que discutam a greve e o reajuste está marcada para esta quinta-feira. A reportagem entrou em contato com a administração do hospital sobre a greve, e aguarda retorno.

Últimas