Minas Gerais Com 5 leitos de UTI, Contagem (MG) vai manter comércio aberto

Com 5 leitos de UTI, Contagem (MG) vai manter comércio aberto

Prefeitura se reúne para definir restrição nos horários de funcionamento do comércio, mas não há previsão de fechamento

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7

Hospital tem 55 dos 60 leitos de UTI covid ocupados neste momento

Hospital tem 55 dos 60 leitos de UTI covid ocupados neste momento

Reprodução / Google Street View

A Prefeitura de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte anunciou que irá proibir o consumo de bebidas alcoólicas em estabelecimentos comerciais, como forma de tentar conter a transmissão do coronavírus na cidade. No entanto, ainda não há uma data para o início da restrição.

A prefeitura também não definiu alterações sobre o funcionamento de comércios não essenciais, como acontecerá em Belo Horionte e outras cidades da região metropolitana. 

A prefeita Marília Campos (PT) se reúne neste sábado com lideranças comerciais, empresariais, industriais e religiosas para definir os próximos passos, incluindo horário de funcionamento dos comércios. 

De acordo com a prefeita Marília Campos, uma das preocupações da prefeitura é o fato de não haver hospitais particulares no municipio. O Hospital Santa Helena só tem cinco leitos de UTIs disponíveis, de acordo com a prefeitura. Dos 60 leitos de UTI específicos para pacientes com covid-19, 55 estão ocupados neste momento. Na enfermaria, são 43 leitos, dos quais 37 estão ocupados. 

- A cidade toda pergunta se nós vamos fechar. Eu digo que, por enquanto, não. Mas vamos adotar medidas que possam restringir ou limitar o funcionamento e não são unicas para todos os segmentos. 

De acordo com dados da prefeitura, mais de 14 mil casos de covid-19 e 600 óbitos foram confirmados.

Últimas