Contagem (MG) autoriza reabertura de shoppings e galerias comerciais

Medida começa a valer na próxima segunda-feira (8), mas ainda não libera academias, cinemas, praças de alimentação e atividades de lazer

Shoppings vão ter que controlar acesso de clientes

Shoppings vão ter que controlar acesso de clientes

Arquivo/ Agência Brasil

A Prefeitura de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, liberou a abertura parcial de shoppings centers e populares, galerias e centros comerciais na cidade a partir da próxima segunda-feira (8).

O decreto assinado pelo prefeito Alex de Freitas (sem partido) foi divulgado no Diário Oficial do Município nesta segunda-feira (1º). O texto prevê que os estabelecimentos deverão intensificar a higienização dos espaços, limitar a 50% da capacidade o número de clientes atendidos e oferecer álcool em gel 70% para limpeza das mãos.

Os acessos aos centros de compras deverão ser controlados e todas as pessoas que chegarem deverão ter a temperatura corporal aferida. Todos os clientes, funcionários ou donos de lojas que apresentarem 37,2º C ou mais deverão ser impedidos de entrar.

Mesmo com a flexibilização, as praças de alimentação vão continuar fechadas. Os estabelecimentos de comidas só podem funcionar para delivery ou retirada no local para consumo em outro lugar. As atividades de entretenimento também não poderão funcionar. Veja a lista de serviços oferecidos nos shoppings que continuarão suspensos:

    • Cinemas;
    • Teatros/auditórios;
    • Áreas de jogos, brinquedos ou entretenimento de qualquer espécie;
    • Boates e similares;
    • Academias;
    • Feiras, exposições e eventos de qualquer natureza;
    • Serviços de empréstimo de carrinhos para crianças;
    • Empréstimo de cadeira de rodas, salvo para atendimento de emergência, realizando-se a higienização criteriosa após o uso;

De acordo com a prefeitura, não é permitida a entrada de qualquer pessoa sem máscara nas lojas. Os espaços pet friendly também estão suspensos. Os seguranças e funcionários dos centros comerciais devem fiscalizar e garantir o cumprimento das regras. 

Em caso de transgressão, os estabelecimentos estarão sujeitos a multas que podem variar de R$ 5.000 a R$ 30 mil, além de serem obrigados a fechar.

Número de casos

De acordo com a SES (Secretaria de Saúde de Minas Gerais), Contagem tinha, até esta segunda-feira, 251 moradores diagnosticados com covid-19 e 10 mortes provocadas pela doença. Em todo Estado, são 5.051 infectados e 278 óbitos registrados.