Novo Coronavírus

Minas Gerais Contagem (MG) terá mutirão de vacinação da covid nesta quinta

Contagem (MG) terá mutirão de vacinação da covid nesta quinta

Foco é imunizar grupo com comorbidades ou deficiência a partir de 45 anos; moradores precisam realizar cadastro prévio na internet

Outros grupos também podem procurar pela vacina

Outros grupos também podem procurar pela vacina

Divulgação / Prefeitura de Contagem / Janine Morais

A cidade de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, vai realizar nesta quinta-feira (20) um mutirão de vacinação contra a covid-19 para pessoas com comorbidades e com deficiência permanente com idade igual ou superior a 45 anos.

No caso das pessoas com comorbidade, a doença em questão precisa estar presente na lista de priorização definida pelo Ministério da Saúde, disponível neste link. Além disso, o morador precisa realizar um cadastro no site da Prefeitura de Contagem. Até o momento, cerca de 36 mil pessoas já se inscreveram.

Veja: MG espera vacinar toda população acima de 18 anos até o fim de 2021

Para as pessoas que possuem deficiência permanente, não é necessário realizar nenhum cadastro e nem receber o BPC (Benefício de Prestação Continuada). Nos dois casos, a pessoa precisa apresentar documento de identidade com foto, comprovante de endereço e um documento que comprove a comorbidade ou deficiência. Serão aceitos laudos, declarações, receitas ou relatórios.

A prefeitura também vai aproveitar o mutirão para aplicar a primeira dose em outros grupos prioritários que já foram convocados e não compareceram, como idosos e beneficiários do BPC (veja a lista abaixo). Os imunizantes serão aplicados em mais de 20 postos espalhados pela cidade, e a lista com todos os endereços pode ser consultada neste link.

Veja quem já pode se vacinar contra a covid-19 em Contagem (MG):

• Pessoas com comorbidades com idade a partir de 45 anos;
• Pessoas com deficiência permanente com idade a partir de 45 anos;
• Idosos a partir de 60 anos;
• Pessoas com Síndrome de Down, de 18 a 59 anos;
• Pacientes com insuficiência renal que fazem diálise, de 18 a 59 anos;
• Pessoas com deficiência permanente beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC) – de 18 a 59 anos.

Confira o avanço da vacinação pelo Brasil:

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento.

Últimas