Novo Coronavírus

Minas Gerais Contagem (MG) volta atrás e libera música ao vivo em bares

Contagem (MG) volta atrás e libera música ao vivo em bares

Eventos públicos ou particulares com mais de 10 pessoas seguem proibidos, assim como o funcionamento de boates, cinemas e teatros

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Bares podem funcionar até às 23h

Bares podem funcionar até às 23h

Reprodução / Freepik

A Prefeitura de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, voltou atrás e liberou novamente as apresentações musicais ao vivo em bares, restaurantes, padarias e lanchonetes da cidade.

A decisão foi divulgada no Diário Oficial do Município, nesta sexta-feira (11), três dias após o município endurecer as regras de distanciamento para conter o avanço da covid-19 na cidade. A flexibilização em relação às apresentações aconteceu após músicos protestarem contra a medida.

Mesmo com a liberação para a música ao vivo, os bares e restaurantes devem seguir as regras de proteção, como distância mínima de 2 metros entre uma mesa e outra, com limite de quatro pessoas por mesa. Os estabelecimentos só podem funcionar até às 23h e devem garantir distância de 1 metro entre um cliente e outro.

Atividades como eventos, shows, cinemas e museus seguem proibidas, conforme determinou o decreto do último dia 8 de dezembro.

Veja quais atividades estão suspensas em Contagem:
     
    • Casas de shows e espetáculos de qualquer natureza;
    • Casas de festas, eventos e buffets infantis e adultos;
    • Boates, danceterias e salões de dança;
    • Clubes sociais, esportivos, náuticos e de recreação;
    • Parques de diversão, lazer, recreação, circos e parques temáticos.
Cinemas e teatros;
    • Museus, centros culturais, casa de cultura e bibliotecas públicas e privadas
Exposições, congressos e seminário;
    • Velórios públicos e privados;
    • Eventos de qualquer natureza em propriedades e logradouros públicos;
    • Eventos públicos de qualquer natureza que tenham mais de 10 (dez) pessoas;
    • Eventos particulares de qualquer natureza que tenham mais de 10 (dez) pessoas, inclusive em residências e condomínios habitacionais;
    • Atividades coletivas esportivas e de promoção a saúde em ambientes públicos e privados.

Últimas