Minas Gerais Corpo da mãe teria protegido bebê de 2 dias que sobreviveu a acidente

Corpo da mãe teria protegido bebê de 2 dias que sobreviveu a acidente

Bombeiros encontraram criança abraçada pelo corpo da mãe após a batida em Grão Mogol (MG); bebê segue internado 

O corpo da mãe pode ter ajudado um bebê de apenas dois dias de vida a sobreviver a um acidente com cinco mortos na zona rural de Grão Mogol, a 556 km de Belo Horizonte. A mãe da criança é uma das vítimas.

De acordo com o sargento Layon Freitas, que participou do atendimento às vítimas, os bombeiros retiravam uma pessoa que havia sobrevivido ao acidente quando ouviram o choro do bebê. Neste momento, a equipe acelerou os trabalhos de busca. O bebê foi encontrado no assoalho do veículo, protegido pelo corpo da mãe.

— Formou-se uma proteção no local, no assoalho do veículo. Haviam panos, um tipo de cadeirinha e o corpo da vítima. O cadáver da mãe que forneceu a proteção ao impacto sofrido por aquela criança.

Bebê está internado e deve passar por novos exames

Bebê está internado e deve passar por novos exames

Divulgação / CBMMG

Para surpresa dos militares, o bebê apresentava apenas ferimentos leves. O bombeiro Layon Freitas confessa que a cena assustou os agentes que participaram do atendimento, mesmo aqueles com vários anos de experiência na corporação. Segundo o militar, a sensação geral foi de alegria.

— Ficamos muito felizes de encontrar o bebê intacto, praticamente sem nenhum ferimento.

O bebê está internado em um hospital de Grão Mogol e o quadro de saúde dele é estável. Segundo a instituição, a criança deve passar por novos exames nos próximos dias.

Acidente fatal

A batida entre dois carros de passeio e uma carreta carregada com toras de eucalipto foi registrada na noite de domingo (15). Em um dos carros, haviam cinco pessoas, mas apenas o bebê, com 48 horas de vida, sobreviveu. No outro veículo, haviam dois ocupantes. Um deles, de 59 anos, morreu na hora. Já o outro, de 30, teve ferimentos nas pernas.

Últimas