Novo Coronavírus

Minas Gerais Covid-19: deputado coronel Sandro é internado e aguarda vaga em UTI

Covid-19: deputado coronel Sandro é internado e aguarda vaga em UTI

Parlamentar de 56 anos está em um hospital particular de Belo Horizonte; rede privada da cidade enfrenta colapso

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7, com Record TV Minas

Coronel Sandro cumpre o 1º mandato de deputado

Coronel Sandro cumpre o 1º mandato de deputado

Divulgação / ALMG / Sarah Torres

O deputado estadual Coronel Sandro (PSL) foi internado com covid-19, em um hospital particular de Belo Horizonte, na noite desta sexta-feira (26). Segundo a equipe do parlamentar, ele aguardava, até este sábado (27), uma vaga em UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

O político de 56 anos foi levado para o Hospital Mater Dei. Em nota, os assessores do deputado informaram que o estado de saúde dele "é estável, mas inspira cuidados".

A direção do hospital informou que não divulga o estado de saúde dos pacientes, mas ressaltou que trabalha para atender as demandas por internações.

Coronel Sandro, natural de Galileia, a 380 km de Belo Horizonte, é militar da reserva. Ele está em seu primeiro mandato na Assembleia, tendo sido eleito em 2018, com 48.533.

Ivair Nogueira

Coronel Sandro não é o único politico internado com a doença na cidade. O ex-deputado estadual Ivair Nogueira também foi hospitalizado no Hospital Madre Tereza. A unidade de saúde não divulgou o estado do paciente.

Hospitais cheios

A ocupação das UTIs para casos de covid-19 em Belo Horizonte está em estado de alerta máximo. Nos hospitais particulares a situação é mais crítica, já que não há vagas para todos os pacientes que precisam ser internados.

O último boletim da Secretaria Municipal de Saúde, divulgado nesta sexta-feira (26), indicava que a ocupação destes leitos na rede privada era de 120%, ou seja, 430 vagas para 516 pacientes.

Nos hospitais públicos o cenário é um pouco menos crítico, mas beira ao colapso. Os dados da prefeitura apontam que até esta sexta, 96,6% das UTIs para coronavírus estavam com pacientes.

Últimas