Novo Coronavírus

Minas Gerais Covid-19 em BH já matou em 2021 mais que em todo o ano de 2020

Covid-19 em BH já matou em 2021 mais que em todo o ano de 2020

Dados mostram 1.877 óbitos em 2020 e 2.265 nos quatro primeiros meses deste ano; mortes por faixa etária mais que dobraram

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento com Célio Ribeiro*, do R7

Mortes por covid em BH em 2021 já superam 2020

Mortes por covid em BH em 2021 já superam 2020

Divulgação / Hospital Metropolitano Odilon Behrens

A covid-19 matou mais pessoas em Belo Horizonte nos quatro primeiros meses de 2021 do que em todo o ano de 2020.

Entre os dias 30 de março e 31 de dezembro de 2021, a capital mineira contabilizou 1.877 óbitos causados pelo coronavírus. Já entre a data e esta segunda-feira (26), foram 2.265 mortes pela doença, uma alta de quase 21% no número de mortes com cinco meses de diferença.

Mortes por faixa etária

No caso dos óbitos por idade, algumas faixas etárias tiveram uma explosão em 2021. Entre as pessoas com 20 a 39 anos, foram 42 mortes em 2020 e 54 em 2021. No grupo seguinte, de 40 a 59 anos, foram 282 óbitos no ano passado e 345 neste.

Veja: BH anuncia 2ª dose para grupo de 68 a 70 anos e com mais de 89 anos

Já entre os idosos com idade superior a 60 anos, foram registradas 1.552 vítimas entre março e dezembro de 2020 e 1.862 entre janeiro e abril deste ano.

A faixa etária com o maior aumento percentual foi das vítimas com idade entre 1 e 4 anos. Em 2020 não foi registrado nenhum óbito e, nos primeiros meses de 2021, já foram 3 notificações.

Covid-19 em BH

Nas últimas 24 horas, foram confirmadas 37 mortes e 2.117 casos do novo coronavírus. A capital contabiliza 4.142 óbitos e 171.793 testes positivos para a doença, além de 161.626 curados e 6.025 pacientes em acompanhamento

Índices de monitoramento

A taxa de transmissão do novo coronavírus passou de 0,93 para 0,96, ainda na ‘fase verde’, o que indica que a disseminação do vírus na cidade não está acelerando. O número se aproxima do alerta amarelo. No dia 19 de abril, quando foi anunciada a reabertura do comércio não essencial em BH, o índice estava em 0,90.

Veja: Mortes por covid em MG em 2021 já superam vítimas do ano passado

A ocupação dos leitos intensivos passou de 81,8% para 81,5%, restando 206 quartos de UTI disponíveis na rede pública e privada da capital. Já a ocupação das enfermarias subiu de 58,6% para 59,8%. Existem 839 leitos simples livres no momento.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento.

Últimas