Covid-19 faz Prefeitura de BH decretar situação de emergência

Decisão permite ao município comprar insumos para combate do coronavírus sem realizar processos de licitação e, assim, agilizar as medidas

Prefeito anunciou suspensão de serviços não essenciais

Prefeito anunciou suspensão de serviços não essenciais

Reprodução/ Redes Sociais

A prefeitura de Belo Horizonte decretou, nesta terça-feira (17), situação de emergência em saúde no município devido ao coronavírus.

A informação foi publicada no DOM (Diário Oficial do Município) e tem prazo válido por 180 dias. Na última sexta-feira (13), o governo já havia adotado a medida.

Por meio de uma rede social, o prefeito Alexandre Kalil anunciou a suspensão de serviços não essenciais na capital mineira. Na prática, o decreto visa a compra de insumos para emergência sem licitações.

Segundo o último boletim epidemiológico da SES (Secretária de Estado e Saúde), o município registra cinco casos confirmados. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento