Minas Gerais Covid: sem disseminação nas aulas, BH avança com retorno presencial

Covid: sem disseminação nas aulas, BH avança com retorno presencial

Aulas presenciais foram ampliadas na capital nesta segunda-feira (21) para ensino fundamental de escolas privadas e municipais

  • Minas Gerais | Regiane Moreira, da Record TV Minas

As escolas da rede municipal e particulares de Belo Horizonte ampliaram as aulas presenciais para alunos do ensino fundamental nesta segunda-feira (21). Nas escolas públicas, as crianças do 1º ao 3º ano voltaram para as salas de aula, e, no caso das instituições particulares, os estudantes do 1º ao 9º ano também puderam retornar às atividades presenciais.

Salas de aula devem respeitar distanciamento social

Salas de aula devem respeitar distanciamento social

Reprodução/RecordTV Minas

Segundo a subsecretária de educação de BH, Natália Araújo, os alunos são divididos por bolhas e só convivem com os colegas que estão na mesma sala de aula. As bolhas não terão mais quantidade fixa de alunos. O número máximo será calculado respeitando o distanciamento social de dois metros.

Sem contaminação

As aulas para a educação infantil voltaram há cerca de um mês e meio. De acordo com a subsecretária, durante esse período, não houve casos de disseminação da covid-19 no ambiente escolar da covid-19.

— Tiveram pessoas que contraíram o coronavírus em ambientes familiares e na convivência social, mas não foi identificado nenhum caso de contágio entre professores e alunos, nem a reprodução desse vírus no ambiente da escola. Durante esse mês e meio, teve estabilidade em relação aos casos da doença e isso nos dá segurança para atravessarmos essa etapa para o ensino fundamental.

Veja: Indicadores melhoram e BH amplia aulas presenciais até o 9º ano

Ainda de acordo com Natália, há um protocolo de monitoramento e acompanhamento com testagem rápida para todos os trabalhadores em educação, como professores e funcionários. Se as famílias optarem, a testagem também pode ser feita em crianças, no caso de alguma suspeita de covid-19. As escolas que tiverem espaço para receber os alunos, não precisam fazer rodízio.

Últimas