Novo Coronavírus

Minas Gerais CPI da covid-19 pede informações à Prefeitura de BH e ao Senado

CPI da covid-19 pede informações à Prefeitura de BH e ao Senado

Comissão da Câmara Municipal investiga os gastos da capital mineira nas ações de combate à pandemia de coronavírus

Próxima reunião acontece no dia 1º de junho

Próxima reunião acontece no dia 1º de junho

Divulgação / Karoline Barreto / CMBH

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que investiga a aplicação de recursos no combate à pandemia de covid-19 em Belo Horizonte realizou sua primeira reunião de trabalho na Câmara Municipal, nesta sexta-feira (27).

No encontro, os parlamentares aprovaram dois requerimentos. O primeiro, de autoria do vereador Ciro Pereira (PTB), pede à prefeitura informações sobre o valor destinado à ampliação de leitos para tratamento da covid-19, total de vagas destinadas à doença entre os meses de março de 2020 e de 2021, além de solicitar esclarecimentos sobre o motivo do município não ter buscado parcerias com a iniciativa para ter um hospital de campanha próprio.

A unidade que foi montada no Expominas, na região Oeste de BH, pertencia ao Governo de Minas. A estrutura ficou erguida entre abril e setembro de 2019 e foi desmontada sem receber pacientes. Segundo o Executivo Estadual, não houve demanda para o uso.

Já o segundo requerimento aprovado, feito por Flávia Borja (Avante), pede ao Senado à Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia do Senado Federal para compartilhar as informações prestadas pela Prefeitura de BH sobre a aplicação dos recursos federais no combate à pandemia. O grupo federal solicitou estes dados das prefeituras de todo país.

Procurada para comentar sobre os requerimentos, a Prefeitura de Belo Horizonte informou que "disponibiliza todas as informações no Portal da Transparência e apresentará os documentos à comissão tão logo for notificada".

O segundo encontro do grupo acontece na próxima terça-feira (1°), quando os vereadores vão analisar o plano de trabalho da CPI. A comissão tem 120 dias, renovável por mais 60, para concluir a investigação e apresentar um relatório sobre o assunto.

Participaram da reunião desta quinta-feira os vereadores Professor Juliano Lopes (PTC), Bruno Miranda (PDT), Irlan Melo (PSD), Jorge Santos (Republicanos), José Ferreira (PP) e Nikolas Ferreira(PRTB), e a vereadora Flávia Borja (Avante).

Últimas