tragédia brumadinho
Minas Gerais CPI de Brumadinho aprova quebra de sigilo de ex-presidente da Vale

CPI de Brumadinho aprova quebra de sigilo de ex-presidente da Vale

Fábio Schvartsman foi convocado para prestar depoimento na comissão, mas conseguiu um habeas corpus no STF para não comparecer

CPI aprovou quebra de sigilo do ex-presidente da Vale Fábio Schvartsman

CPI aprovou quebra de sigilo do ex-presidente da Vale Fábio Schvartsman

Fábio Motta/Estadão Conteúdo

A CPI de Brumadinho na Câmara dos Deputados aprovou, em sessão realizada na tarde desta terça-feira (4), requerimento para a quebra de sigilo de informações do ex-presidente da Vale, Fabio Schvartsman.

O requerimento aprovado pelos deputados determina a quebra de sigilo bancário, fiscal, telefônico e de e-mail do executivo que comandava a mineradora quando a barragem 1 da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Grande BH, se rompeu em 25 de janeiro deste ano. 

Na última semana, Schvartsman havia sido convocado para prestar depoimentos na CPI, mas conseguiu um habeas corpus do STF (Supremo Tribunal Federal) que garantia o direito de não comparecer à sessão do colegiado.