tragédia brumadinho
Minas Gerais CPI visita vizinhos de barragem 4 vezes maior que a de Brumadinho

CPI visita vizinhos de barragem 4 vezes maior que a de Brumadinho

Barragem Casa de Pedra, em Congonhas, é a maior em área urbana do mundo e ameaça moradores, que teriam 30 segundos para fugir

Barragem Casa de Pedra é a maior em área urbana do mundo

Barragem Casa de Pedra é a maior em área urbana do mundo

Reprodução/YouTube

Deputados que integram a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) de Brumadinho na Câmara Federal irão a Congonhas, a 80 km de Belo Horizonte, na próximo segunda-feira (1º) para ouvir moradores ameaçados pela barragem Casa de Pedra, que pertence à CSN (Companhia Siderúrgica Nacional). 

A estrutura é a maior barragem em área urbana do mundo, com cerca de 50 milhões de metros cúbicos de rejeitos, quatro vezes maior que a do Córrego do Feijão, que se rompeu em janeiro deste ano. Congonhas tem 54 mil habitantes. 

O objetivo da visita da comissão é ouvir moradores de comunidades que ficam localizadas próximas à barragem. Segundo denúncia do MPMG (Ministério Público de Minas Gerais), dois bairros, Cristo Rei e Residencial Gualter Monteiro seriam atingidos em apenas 30 segundos caso a estrutura venha a se romper. Cerca de 2,5 mil pessoas moram na região.

Em maio, a Justiça determinou que a CSN pague o aluguel de um novo imóvel para onde seria levada uma creche e uma escola localizadas próximas à barragem. Em outra ação, o MPMG pediu que a mineradora fosse condenada a pagar um valor mensal de R$ 3 mil às famílias que quisessem deixar suas casas com medo de um eventual rompimento da barragem. 

Essa é a terceira reunião externa do colegiado, que já foi a Brumadinho e Barão de Cocais, ameaçada pela barragem Sul Superior.