Minas Gerais Criança morta a tiros em guerra de gangues na Grande BH é enterrada 

Criança morta a tiros em guerra de gangues na Grande BH é enterrada 

Ayslan, de apenas 11 anos, estava com familiares na rua quando foi atingido por disparos; Polícia investiga guerra entre traficantes 

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7, com João Pedro Gruppi, da RecordTV Minas

O corpo da criança de 11 anos que foi baleada em um bairro de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, será enterrado na manhã desta terça-feira (2) no cemitério Citrolândia. Ayslan Mateus Benício Alvim Lopes estava em uma rua no bairro São Salvador quando foi baleado por pessoas dentro de um carro.

De acordo com a Polícia Militar, o crime pode estar relacionado com uma disputa entre gangues pelo tráfico de drogas no bairro São Salvador. Isso porque os militares descobriram que um homem ficou ferido e deu entrada no Hospital Regional de Betim depois de ter sido baleado na mesma ocasião. Ainda segundo a PM, ele seria uma das lideranças do tráfico de drogas no local.  São Salvador.

Ayslan foi morto no meio da rua

Ayslan foi morto no meio da rua

Reprodução

Ele teria relatado à polícia que estava na rua indo em direção a um bar e que tentou correr quando ouviu os tiros e percebeu que havia sido atingido nas nádegas. Segundo o homem, ele foi socorrido por moradores até o hospital. A vítima não conseguiu identificar os autores e disse que uns dos veículos era de cor preta.

A Polícia Civil investiga o crime. A perícia conseguiu localizar oito cartuchos 9mm no local. 

Últimas