Defesa Civil confirma 171 mortes causadas por crime da Vale

Até o momento, 139 pessoas continuam desaparecidas; último levantamento indicava 169 mortos

Buscas continuam por tempo indeterminado

Buscas continuam por tempo indeterminado

Divulgação / Corpo de Bombeiros

A Defesa Civil de Minas Gerais informou, nesta quarta-feira (20), que subiu para 171 o número de mortes causadas pelo rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O último levantamento apontava 169 óbitos.

Segundo o órgão, 139 pessoas continuam desaparecidas, sendo que 34 delas são funcionárias da mineradora Vale.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os dois últimos corpos localizados estavam na área onde ficava a usina de ITM (Instalação de Tratamento de Minério). A estrutura está sendo desmontada em busca de outras vítimas.

As equipes de resgate usam máquinas pesadas, como escavadeiras, na operação. Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, não há previsão para o fim das buscas pelos desaparecidos.

Veja o antes e depois da área atingida pela lama:

R7