tragédia brumadinho
Minas Gerais Defesa Civil libera retorno parcial de moradores vizinhos de barragem

Defesa Civil libera retorno parcial de moradores vizinhos de barragem

Vinte pessoas que foram retiradas de casa em Nova Lima (MG) já poderão voltar aos lares; imóveis estão em áreas consideradas fora de risco

Moradores de Nova Lima (MG) foram retirados de casa

Moradores de Nova Lima (MG) foram retirados de casa

Reprodução / RecordTV Minas

A mineradora Vale informou que 20 pessoas que foram retiradas de casa devido ao risco de rompimento de uma barragem em Nova Lima, na Grande BH, já poderão voltar para seus lares.

Segundo a companhia, a Defesa Civil autorizou o retorno das famílias após uma avaliação de documentação de segurança. Estes moradores vivem em casas no condomínio Solar da Lagoa e estão fora das zonas de autossalvamento, ou seja, a mais de 10 km da jusante da barragem.

Ainda segundo a Defesa Civil, mais de 1.000 pessoas foram removidas devido a situações de alerta em barragens no Estado. São 70 em Nova Lima, 317 no distrito de Macacos, 206 em Itatiaiuçu e 450 em Barão de Cocais.

Em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, 185 moradores foram afetados pelo rompimento da estrutura na Mina Córrego do Feijão, da Vale.

A empresa adiantou há previsão de liberação de outros moradores da comunidade de São Sebastião das Águas Claras, conhecida como Macacos. Contudo, os órgãos do governo não confirmaram quando isto irá acontecer.

Ainda segundo a mineradora, as pessoas que já podem retornar aos lares receberão esclarecimentos necessários sobre a segurança no local para que possam voltar tranquilas. A partir deste momento, a empresa não arcará com as despesas delas em hotéis.