tragédia brumadinho
Minas Gerais Duas em cada 10 cidades em Minas Gerais estão em alerta por dengue

Duas em cada 10 cidades em Minas Gerais estão em alerta por dengue

Estado enfrenta a segunda maior epidemia da doença dos últimos 10 anos; 86 pessoas morreram contaminadas e outros 137 óbitos são investigados

Doença é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti

Doença é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti

Reprodução / Pixabay

Duas em cada 10 cidades em Minas Gerais estão em alerta para as contaminações por dengue em 2019.

Um balanço da Secretaria de Estado de Saúde mostra que em 16% dos municípios mineiros, a taxa de incidência é considera alta ou muito alta. Em Belo Horizonte, por exemplo, a cada 100 mil habitantes, 708 estão contaminadas.

De acordo com a Secretaria de Saúde, 2019 tem a segunda maior epidemia dos últimos 10 anos no Estado. Até o momento, foram contabilizados 423.317 casos suspeitos e confirmados e 86 mortes.

Os números alarmantes fez o Governo de Minas adotar uma série de medidas para tentar conter o surto. Entre elas, decretar situação de emergência em cidades que fazem parte das macrorregiões de Saúde Centro, Noroeste, Norte, Oeste, Triângulo do Norte e Triângulo do Sul. A medida facilita o repasse de verba para as áreas precárias.

Minas registra quase 1500 novos casos de dengue em uma semana

Além disso, foram liberados R$ 8,3 milhões para 200 municípios com incidência de dengue considerada alta ou muito alta e outros R$ 17 milhões para as Upas (Unidades de Pronto Atendimento) de 32 cidades.

Ainda assim, a Ses destaca que o Estado está em alerta constante para a transmissão de todas as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

Veja mitos e verdades sobre a dengue: