Novo Coronavírus

Minas Gerais Duas regiões de MG têm mais de 100% de ocupação de leitos de UTI

Duas regiões de MG têm mais de 100% de ocupação de leitos de UTI

Leste do Sul e Oeste estão com sistema de saúde colapsado; segundo Zema, mais de 500 pessoas esperam por leito de UTI

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7

Mais de 500 pessoas esperam por leito de UTI

Mais de 500 pessoas esperam por leito de UTI

Divulgação/Imprensa MG/Gil Leonardi

A taxa de ocupação de leitos de terapia intensiva em Minas Gerais chegou aos 94,34% nesta terça-feira (6), de acordo com o painel de monitoramento do Governo de Minas. Em duas regiões, a ocupação supera os 100% dos leitos disponíveis. 

Na região Oeste, onde estão localizados municípios como Divinópolis e Itaúna, a taxa de ocupação de leitos especificos de terapia intensiva para a covid-19 chegou a 108,15%. Já na região Leste do Sul, a situação é ainda pior. A ocupação chega a 117% nessa região, onde estão localizadas cidades como Manhuaçu, Ponte Nova e Viçosa.  

De acordo com o governador Romeu Zema (Novo), mesmo com a abertura de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em todo o Estado, 526 pacientes esperam por uma vaga. Outras 881 pessoas estão em uma fila de espera para conseguirem uma vaga em leito clínico, de enfermaria. 

Confira a ocupação de leitos de UTI em Minas (por região):

. Centro: 97,86%
. Centro-Sul: 98,17%
. Jequitinhonha: 78%
. Leste: 97,30%
. Leste do Sul: 117,33%
. Nordeste: 82,09%
. Noroeste: 82,30%
. Norte: 88,27%
. Oeste: 108,15%
. Sudeste: 96,69%
. Sul: 90,46%
. Triângulo do Norte: 81,08%
. Triângulo do Sul: 88,75%
. Vale do Aço: 93% 

 

Últimas