Coronavírus

Minas Gerais Em 24 horas, BH tem queda em mortes por covid e em leitos de UTI

Em 24 horas, BH tem queda em mortes por covid e em leitos de UTI

Boletim registra três mortes por covid-19 e 536 novos casos na capital; ocupação de UTIs continua em queda e transmissão se manteve em 1,01

BH tem 876 mortes por covid e mais de 30 mil casos

BH tem 876 mortes por covid e mais de 30 mil casos

Reprodução / Pixabay

No 1º dia de praças abertas na capital mineira, Belo Horizonte registrou três novos óbitos por covid-19 e 536 casos confirmados. Nesta semana, em que houve variação brusca na temperatura, foram 63 novas mortes pelo novo coronavírus e 2.192 novos casos confirmados.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira (21), BH tem 876 óbitos e 30.841 casos confirmados da covid-19. Permanecem em acompanhamento 2.931 pacientes e 26.674 pessoas já se curaram do novo coronavírus em Belo Horizonte.

Veja: Metrô de BH terá circulação ampliada para atender comércio

Assim como nos últimos dias, a ocupação dos leitos de terapia intensiva na capital continua caindo e chegou a 56,4%, ficando mais próxima da “fase amarela”. A ocupação dos leitos de enfermaria teve leve alta e chegou a 50%, enquanto a taxa de transmissão por infectado (ou Rt) se manteve em 1,01.

Comércio na pandemia

Belo Horizonte se prepara para iniciar uma nova fase no funcionamento do comércio. A partir da próxima segunda-feira (21), as lojas de rua, galerias comerciais e shoppings centers poderão funcionar de segunda a sexta-feira. Anteriormente, eram apenas três dias por semana.

A partir do dia 29 de agosto, os parques da capital voltarão a receber visitantes. O acesso será feito através de agendamento online e com senhas limitadas. No total, sete parques poderão receber público.

*Estagiário do R7 sob a supervisão de Flavia Martins y Miguel.

Últimas