Novo Coronavírus

Minas Gerais Em nova projeção, Minas prevê pico de casos de covid-19 para 6 de junho

Em nova projeção, Minas prevê pico de casos de covid-19 para 6 de junho

Segundo Governo de MG, a manutenção do isolamento social  faz com que contaminações se alonguem no tempo; previsão anterior era para 3 de junho

  • Minas Gerais | Luíza Lanza*, do R7

Nova previsão foi anunciada em coletiva de imprensa

Nova previsão foi anunciada em coletiva de imprensa

Divugação/Pedro Gontijo/ SES

O Governo de Minas anunciou, nesta segunda-feira (4), que o pico das contaminações por coronavírus no Estado deve se dar no dia 6 de junho.

Com as medidas de isolamento social, Minas conseguiu adiar em três dias a data do ápice do  número de casos de covid-19.  Na última previsão, divulgadada pela SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde) no final de abril, o pico aconteceria em 3 de junho. 

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, se as medidas de prevenção continuarem a serem seguidas, a tendência é que o pico se distancie por mais tempo. 

— O ideal seria que nós não tivéssemos pico, que tivéssemos alguns casos e que eles se mantivessem ao longo do tempo. Sem que tenhamos um momento de ápice. Toda vez que nós falamos de pico, falamos de uma sobrecarga, de um aumento na demanda da capacidade assistencial. E isso nos preocupa sempre.

O objetivo do Estado é que fazer com que o pico da covid-19 seja o menor possível e se alongue no tempo, para que o sistema de saúde tenha capacidade para atender a todos os pacientes.

Leia mais: Minas dá carta branca a municípios para reabrir comércio

O secratário de Saúde afirmou, ainda, que, com o aumento do número de casos confirmados nas cidades do interior, a tendência é que a alta do contágio aconteça em momentos diferentes no Estado. 

— O que gostaríamos era que tivéssemos, em Minas Gerais, picos em momentos diferentes em cada região. Isso seria importante porque facilitaria os cuidados e a estruturação da saúde. Se todo o Estado tivesse o pico ao mesmo tempo, isso seria um pouco mais complexo.

De acordo Amaral, Minas pode continuar projetando o distanciamento caso o isolamento social for mantido. Caso contrário, uma quebra nas medidas de prevenção ao contágio pode aproximar e até aumentar o pico previsto.

*Estagiária do R7 sob a supervisão de Lucas Pavanelli

Últimas