Novo Coronavírus

Minas Gerais Empresários protestam contra fechamento do comércio em BH

Empresários protestam contra fechamento do comércio em BH

Manifestantes se reuniram em frente à sede da prefeitura carregando cartazes e exigindo mudanças no decreto

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Ato movimentou empresários e comerciantes

Ato movimentou empresários e comerciantes

Kiuane Rodrigues / Record TV Minas

Empresários realizaram, nesta segunda-feira (11), um protesto contra o fechamento do comércio não essencial em Belo Horizonte.

O ato aconteceu durante a manhã, em frente à sede da prefeitura. Os manifestantes carregavam cartazes que pediam a revisão do decreto que suspende as atividades.

Segundo a BHTrans (Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte S/A), os manifestantes intorromperam o fluxo de veículos na avenida Afonso Pena entre a rua da Bahia e avenida Álvares Cabral. A companhia monitora o trânsito. Não há informações sobre tumulto no local.

A reportagem procurou a prefeitura para comentar sobre o protesto, mas ainda não teve retorno.

Fechamento

O novo fechamento da capital mineira começou a valer nesta segunda-feira. Apenas os serviços e atividades consideradas essenciais poderão funcionar.

Na lista de atividades proibidas aparecem as lojas de roupas, de sapatos, salões de beleza, clínicas de estética, atividades em formato drive-in, academias, museus, cinemas, teatros, casas de shows, boates, parques de diversão, circos, feiras, exposições, congressos, seminários, além de clubes sociais, de lazer e esportivos.

Mesmo com as restrições, cálculos da Secretaria de Planejamento indicam que 84% das empresas estão aptar a abrir.

Na última semana, a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) e outras 23 entidades enviaram um ofício à prefeitura pedindo uma reunião para discutir uma possível revisão do decreto. O encontro ainda não foi confirmado, mas há a expectativa que ele aconteça até esta tarde.

Últimas