Minas Gerais Empresas de transporte clandestino são alvo de 12 mil multas em MG

Empresas de transporte clandestino são alvo de 12 mil multas em MG

De acordo com o DER foram realizadas mais de 6 mil operações em todo  o Estado e 450 veículos foram apreendidos

Maior parte das operações foi feita no entorno da Rodoviária de BH

Maior parte das operações foi feita no entorno da Rodoviária de BH

Reprodução / Google Street View

As operações de combate ao transporte clandestino de passageiros rendeu 12,8 mil multas e 450 veículos apreendidos entre janeiro e novembro deste ano em Minas Gerais. O levantamento é do DER-MG (Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais). 

De acordo com o órgão, neste ano foram feitas 6.300 operações e quase 2 mil blitze - a maior parte no lado externo da Rodoviária de Belo Horizonte, ponto recorrente de abordagem de passageiros.

Já no interior do Estado, as operações são realizadas nas rodovias que dão acesso às cidades maiores. No Norte de Minas, por exemplo, o destaque é para as BRs 135, 365 e 122. Foram quase 1.300 ações de fiscalização nas rodovias que dão acesso a Montes Claros, Brasília de Minas, Januária, Janaúba, Salinas e Pirapora.

Na região Leste, foram cerca de 600 ações nas cidades situadas às margens da BR-116, como Teófilo Otoni e Governador Valadares.

Já o Triângulo Mineiro recebeu cerca de 1.100 operações, sobretudo próximo a cidades como Uberaba e Uberlândia. 

De acordo com o DER, o período de fim de ano costuma ter um aumento na procura por viagens intermunicipais, o que inclui os transportes clandestinos. Em 2020, a expectativa não é diferente, mesmo se tratando de um ano em pandemia. 

Um dos cuidados que os passageiros devem tomar é verificar se a empresa e o ônibus estão regulares, antes de embarcar no veículo. Para isso, uma dica é acessar o site do DER (www.der.mg.gov.br), entrar na aba "Transportes" e, depois, em "Consulta de Transporte Fretado, onde é possível buscar pelo nome da empresa ou a placa do veículo. 

Últimas