tragédia brumadinho
Minas Gerais Entrega de ponte em Brumadinho está com duas semanas de atraso

Entrega de ponte em Brumadinho está com duas semanas de atraso

Avenida que liga a zona rural ao Centro da cidade foi levada pela lama da barragem da Vale, rompida no dia 25 de janeiro; moradores usam desvios

Ponte vai ligar Centro à zona rural de Brumadinho

Ponte vai ligar Centro à zona rural de Brumadinho

Divulgação / Defesa Civil

Moradores de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, reclamam do atraso na entrega da ponte na avenida Alberto Flores, que liga o Centro da cidade à comunidade de Córrego do Feijão. A obra, que deveria ter sido concluída no final de fevereiro, já segue com duas semanas de atraso.

A estrada foi levada pela lama de rejeitos da barragem da Vale, rompida no dia 25 de janeiro. Desde então, moradores da zona rural de Brumadinho precisam usar rotas alternativas para ter acesso aos comércios, serviços públicos e trabalho no município.

Um dos caminhos utilizados, é uma estrada de terra que passa por dentro da propriedade da mineradora. Ônibus disponibilizados pela empresa levam e buscam os moradores da área rural que precisam se deslocar.

A agente funerária Maria Emília Maia mora no distrito de Aranhas. Antes da avenida Alberto Flores ser levada pelo rejeito da barragem, a mulher gastava 30 minutos para chegar ao trabalho de transporte coletivo. Atualmente, o tempo da viagem triplicou.

— Passando pela estrada da Vale eu preciso de 1h30 para chegar no trabalho. Quando chove, parte do trajeto é desviado para Casa Branca, onde tem asfalta, aí demoramos 2h30.

A Vale ficou responsável pela reconstrução da avenida danificada. A obra de reparo começou no dia 10 de fevereiro, com previsão para ser concluída em 15 dias. No dia 27 de fevereiro, o acesso chegou a ser liberado, mas segundo a Defesa Civil, voltou a ser interditado horas depois devido a um temporal que atingiu Brumadinho.

Desde então, as obras seguem, assim como a espera dos moradores. Procurada pelo R7, a Vale não esclareceu a razão para o atraso na entrega. Contudo, a mineradora declarou que o serviço deve ser concluído até o final de março.

Já a Defesa Civil informou à reportagem que o trânsito continua fechado "por não reunir condições de segurança para a liberação da circulação de pessoas e veículos". O órgão informou que segue acompanhando os trabalhos no local e que deve receber um novo cronograma da Vale nesta segunda-feira (11).

Confira a íntegra da nota da Vale:

“As obras para a restauração do trânsito da Avenida Alberto Flores, no município de Brumadinho, por meio da instalação de uma ponte de 50 metros de extensão, estão em andamento. Os trabalhos estão sendo conduzidos pela Vale. O objetivo é restabelecer com segurança o acesso de comunidades como Parque da Cachoeira e Córrego do Feijão à área central de Brumadinho. A obra da ponte teve início em 10/2 e, mesmo com as chuvas, os trabalhos estão sendo realizados para que seja concluída até meados de março.”