Enxurrada destrói ponte e deixa desabrigados em Prata (MG)

Prefeito decretou situação de emergência devido à forte chuva que atingiu a cidade; campanha recolhe doações para moradores afetados

Temporal destruiu pontes e ruas da cidade de Prata (MG)

Temporal destruiu pontes e ruas da cidade de Prata (MG)

Divulgação / PMMG

Um forte temporal atingiu a cidade de Prata, a 640 km de Belo Horizonte, nesta sexta-feira (28), e deixou um rastro de destruição pela cidade. Uma ponte caiu, ao menos outras duas foram danificadas e moradores ficaram desabrigados.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o nível de córregos que cortam a cidade subiu e a água inundou casas e comércios. O temporal começou por volta das 17h e durou até o final da noite. Segundo moradores, a chuva se estendeu pela madrugada, porém mais fraca.

Equipes da corporação vistoriam os imóveis atingidos. O número de pessoas que precisaram deixar seus lares ainda não foi confirmado. Segundo a prefeitura, os desabrigados estão sendo levados para um ginásio poliesportivo da cidade. Algumas ruas tiveram o asfaltamento totalmente arrancado.

Veja fotos da destruição causada pela chuva:

Na manhã deste sábado (29), os órgãos de segurança ainda contabilizavam os estragos. De acordo com o capitão Adivaldo Andrade da Silva, da PM (Polícia Militar), agentes da unidade ajudaram a socorrer moradores que ficaram ilhados em alguns pontos da cidade. Neste sábado, os atingidos procuraram o quartel para registrar as perdas.

—As pessoas estão vindo até aqui para registrar a perda de utensílios, documentos e carros.

Nesta manhã, o prefeito Anuar Arantes Amui decretou situação de emergência no município. A prefeitura também montou pontos de apoio para recolher doações para os atingidos. Os itens mais solicitados são roupas, alimentos, colchões e calçados.

Veja onde doar:

    • Secretaria de Ação Social, Trabalho e Promoção Humana - Rua Major Carvalho, 16, Centro
    • Casa de Missão São João Paulo II - Rua São Francisco de Assis, 141, Progresso;
    • Escola Municipal Dr. Severiano Vilela Junqueira - R. Cel. Emídio Marquês, 1178, Primavera