Minas Gerais Escolas de Vespasiano (MG) são fechadas devido à falta de água

Escolas de Vespasiano (MG) são fechadas devido à falta de água

Pais e alunos dizem que não foram avisados; abastecimento deve ser normalizado às 22 horas desta quinta (10)

  • Minas Gerais | Vinícius Araújo, da RecordTV Minas

Pais e alunos encontraram avisos nos portões das escolas

Pais e alunos encontraram avisos nos portões das escolas

Reprodução / RecordTV Minas

O rodízio no abastecimento de água anunciado pela Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais), na terça-feira (8), afetou escolas e creches de Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte, nesta quinta-feira (10).

Pais e alunos do turno da manhã afirmam que não foram avisados sobre a suspensão das aulas e foram pegos de surpresa ao encontrarem os portões fechados.

A Prefeitura de Vespasiano informou que, ainda na tarde desta quarta-feira (9), as aulas tiveram que ser canceladas em algumas escolas por causa da falta de água. Por isso, decidiu suspender as aulas de todas as escolas da rede, de maneira integral nesta quinta. A administração municipal também garantiu que os dois dias letivos serão repostos futuramente.

Pais e alunos dos turnos da manhã dizem que não receberam bilhetes ou notificações das instituições sobre o fechamento. Apenas os estudantes do turno da tarde teriam sido informados, já nos locais, sobre a suspensão das atividades.

Cristiane Rodrigues é professora e foi até uma escola municipal da cidade para tentar uma transferência para a filha. Ela ainda afirma que, no dia anterior, chegou a telefonar para o local. "Agora eu não sei como faço, já tirei ela da outra escola em BH, estou atrasada para o trabalho e para fazer a matrícula e a escola está fechada", pontua.

Durante o anúncio do rodízio, no início da semana, o presidente da Copasa afirmou que iria fornecer caminhões-pipa para evitar o desabastecimento em escolas, hospitais e clínicas localizadas nas regiões. Diante da interrupção dos serviços em Vespasiano, a companhia disse que, em algumas escolas da região metropolitana foi constatada a falta de condições técnicas para o fornecimento de água com o caminhão-pipa.

A Copasa também se comprometeu a tomar as providências necessárias para garantir o abastecimento dessas escolas no próximo ciclo de rodízio e orientou que o abastecimento prioritário pode ser solicitado por meio dos canais de atendimento da empresa. 

Sobre as reclamações dos pais e alunos por não terem sido avisados sobre a suspensão das aulas, a Prefeitura de Vespasiano informou que um comunicado foi divulgado no site do município.

O abastecimento da cidade deve ser normalizado às 22 horas desta quinta e a previsão é de que as aulas sejam retomadas nesta sexta-feira (11).

Últimas