Coronavírus

Minas Gerais Esgotam vagas nas UTIs de BH para internação de casos da covid

Esgotam vagas nas UTIs de BH para internação de casos da covid

Rede SUS era a única que ainda tinha vagas intensivas disponíveis; BH tem 879 pacientes em UTIs, mas capacidade real seria de 819

  • Minas Gerais | Vinicius Rangel. da Record TV Minas, com Célio Ribeiro*, do R7

Belo Horizonte já não tem vagas de UTI para covid-19

Belo Horizonte já não tem vagas de UTI para covid-19

Reprodução / Google Street View

A ocupação dos leitos públicos intensivos para pacientes com covid-19 alcançou, nesta segunda-feira (22), a taxa de 101,4%. Com isso, a cidade não tem mais quartos de UTI para casos do novo coronavírus.

Em uma semana, a prefeitura abriu 66 leitos do tipo, mas o número de quartos não foi suficiente para a demanda. No momento, a capital tem 450 pessoas internadas no SUS (Sistema Único de Saúde), mas a capacidade real é de 444 pessoas.

Na rede privada, a situação é ainda pior, já que a ocupação se manteve em 114,4% mesmo com a abertura de 22 leitos durante o final de semana. Existem 429 pessoas internadas nos hospitais particulares da capital, mas a capacidade real é de 375 pacientes.

Índices de monitoramento

Com a alta nos casos graves da covid-19, a média na ocupação dos leitos intensivos na capital passou de 100,8% para 107,3%. Já a ocupação das enfermarias caiu de 89,7% para 87,9%. A capital tem, hoje, 275 quartos simples, todos pertencentes ao SUS.

Veja: Fila de espera em UTI em Minas dobra e chega a 400 pessoas

Após 11 dias na “fase vermelha”, a taxa de transmissão do novo coronavírus voltou para o amarelo, caindo de 1,22 para 1,17. Apesar do índice ainda indicar um aumento na disseminação do vírus na cidade, o Rt tem registrado quedas seguidas há uma semana.

Covid-19 em BH

Entre sexta-feira (19) e segunda (22), Belo Horizonte confirmou 32 óbitos pela covid-19 e 2.128 testes positivos para a doença. A capital mineira soma 3.020 mortes e 132.201 casos confirmados da doença, além de 120.541 curados e 8.640 pacientes em acompanhamento.

*Estagiário do R7 sob a supervisão de Flavia Martins y Miguel

Últimas