Coronavírus

Minas Gerais Estratégia da Prefeitura de BH dificulta escolha da marca de vacina

Estratégia da Prefeitura de BH dificulta escolha da marca de vacina

Divisão das doses é feita por idade e pessoas que perderam a data de imunização só podem ser atendidas em postos específicos

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Moradores devem consultar locais de vacinação

Moradores devem consultar locais de vacinação

Efe / Epa / Maxim Shipenkov - 09.07.2021

Em meio a relatos de moradores que tentam montar estratégias para receber a vacina contra a covid-19 de marcas específicas, a Prefeitura de Belo Horizonte estruturou o plano de imunização com critérios que impedem tal seleção.

Segundo a SMSA (Secretaria Municipal de Saúde), a distribuição das vacinas na capital mineira é definida por idade, de acordo com o tamanho de cada faixa etária e com a quantidade de doses disponíveis para atender o grupo.

Ainda de acordo com a pasta, caso o morador perca seu dia de vacinação por algum motivo, ele só poderá ser atendido em postos específicos que tenham em estoque o medicamento destinado à faixa etária dele.

"Caso o usuário compareça em unidades diferentes daquelas definidas, não será realizada a vacinação", destacou a prefeitura em nota.

A lista de locais de atendimento pode ter alterações diariamente. Assim, a população deve consultá-la antes de sair de casa, no site da prefeitura, neste link.

"A eficácia das vacinas que atualmente estão autorizadas para uso no país (CoronaVac, AstraZeneca, Pfizer e Janssen) oferece alta proteção quando aplicadas corretamente", pontua a Secretaria Municipal de Saúde.

A reportagem acompanhou os atendimentos em um ponto de vacinação nesta sexta-feira (9) e constatou que os agentes de saúde estavam direcionando para o local correto aqueles moradores que perderam a data de imunização.

Além de evitar a atuação daquelas pessoas que ganharam na internet apelido de "sommerliers da vacina", a distribuição por faixa etária e por postos de saúde, segundo o município, também ajuda a evitar aglomerações, já que "algumas pessoas procuram os pontos de vacinação em data posterior ao chamamento da Prefeitura, quando a disponibilização do imunizante para o público específico está mais concentrada em algumas unidades para evitar a perda de dose".

Veja como anda a vacinação pelo Brasil:

Últimas