Novo Coronavírus

Minas Gerais Ex-dirigente do sindicato de saúde de BH morre vítima da covid-19

Ex-dirigente do sindicato de saúde de BH morre vítima da covid-19

Ex-copeira da Santa Casa de Misericórdia da capital mineira foi diagnosticada com a doença no dia 14 de julho

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Lúcia foi diagnosticada no dia 14 de julho

Lúcia foi diagnosticada no dia 14 de julho

Arquivo pessoal / Alexandre Braga

Uma ex-dirigente do Sindeess (Sindicato dos Trabalhadores da Saúde de BH e Região) morreu vítima de complicações da covid-19, neste domingo (2).

Lúcia Livramento foi membro de uma das primeiras gestões do sindicato, quando ela trabalhava como copeira da Santa Casa de Saúde de Misericórdia de Belo Horizonte. A idosa, que estava aposentada, atualmente era diretora da Unegro-MG (União de Negras e Negros pela Igualdade) em Minas Gerais.

Judson Livramento, filho de Lúcia, conta que a mãe foi diagnosticada com coronavírus no dia 14 de julho, após apresentar cansaço excessivo e ser levada para o hospital. Ao ser internada, a idosa também descobriu um quadro de diabetes. Livramento lembra que a mãe já havia deixado a UTI (unidade de tratamento intensivo), mas teve uma nova piora no quadro neste domingo.

— Minha mãe e nós tomávamos todos os cuidados em casa e ela nos alertava sobre os riscos da doença. Eu acho que ela teve que pegar o vírus para levantar essa bandeira e alertar as pessoas para que todos se previnam. Ela sempre esteve envolvida em muitas lutas e discussões.

Últimas