Minas Gerais Família de ganês que morreu afogado em Minas pede ajuda 

Família de ganês que morreu afogado em Minas pede ajuda 

Sem dinheiro para levar o corpo da vítima de volta para África, parentes abriram uma vaquinha on-line para arrecadarem o valor

  • Minas Gerais | Kiuane Rodrigues, da Record TV Minas

A família de um ganês que morreu neste sábado (30) em Minas Gerais pede ajuda para levar o corpo da vítima para o país africano. O jovem de 27 anos se afogou em uma cachoeira na Serra do Cipó, na região Central do Estado.

A tia da vítima, Abigail Quarshie, saiu do Rio de Janeiro para fazer o reconhecimento do corpo no IML (Instituto Médico Legal) de Belo Horizonte.

— Como eu sou a única parente que está no Brasil, assim que recebi a notícia vim para fazer o reconhecimento e mandar ele para casa.

De acordo com a tia, será necessário arrecadar R$ 30 mil para levar o corpo para Gana, onde vive o restante da família. Sem condições de arcar com o valor, os parentes e amigos resolveram fazer uma vaquinha online para arrecadarem o dinheiro.

— Precisamos de alguma coisa que vai dar significado. Mostrar para a família que realmente esse era o corpo dele.

Médicos constataram a morte no local do acidente

Médicos constataram a morte no local do acidente

Reprodução/Record TV Minas

Junia, como era conhecido, estava no Brasil desde 2017. Segundo Abigail, ele escolheu morar em Belo Horizonte, onde cursava Ciência da Computação e trabalhava.

— Ele ficou bem a vontade aqui, gostou muito. Eu até tentei convencer ele a viver comigo, mas não adiantou.

Algumas pessoas tentaram reanimar a vítima no local do acidente antes da chegada dos bombeiros, mas não tiveram sucesso. A morte foi constatada ainda na cachoeira pelos médicos socorristas.

Últimas