tragédia brumadinho

Minas Gerais Familiares fazem homenagem aos 272 mortos de Brumadinho

Familiares fazem homenagem aos 272 mortos de Brumadinho

Letreiro na entrada da cidade foi decorado com fotos de pessoas que morreram no desastre, que completa 2 anos hoje

  • Minas Gerais | Garcia Júnior, da Record TV Minas, e Célio Ribeiro*, do R7

Cada balão vermelho representa uma vítima

Cada balão vermelho representa uma vítima

Record TV Minas

Moradores de Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, realizam, nesta segunda-feira (25), uma série de homenagens às vítimas do rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, que está completando dois anos.

A concentração começou às 7h na entrada de Brumadinho, próximo ao letreiro com o nome da cidade. Cada letra foi decorada com fotos das vítimas da tragédia. No gramado, estavam balões vermelhos com o nome de cada um dos mortos.

Brumadinho: Efeito cascata da tragédia da Vale deixa 52 mil pessoas invisíveis

Por volta de meio-dia, foi lida a lista com o nome dos 272 mortos no rompimento, incluindo as 11 pessoas que permanecem desaparecidas e também os filhos de duas mulheres grávidas que  morreram na tragédia. A cada nome lido, um familiar gritava “ausente”, demonstrando o vazio que ficou na vida dessas pessoas.

Exatamente às 12h28, momento em que a barragem se rompeu, há dois anos, foram soltos 272 balões brancos, simbolizando as vítimas, e 732 balões pretos, representando o número de dias que se passaram desde a tragédia. Fumaças coloridas também foram ao ar junto com os balões.

Mais homenagens

Mais tarde, às 16h, haverá uma cerimônia na base do Corpo de Bombeiros em Brumadinho com a presença dos familiares das 11 vítimas que ainda não foram encontradas. O Governador do Estado, Romeu Zema (Novo), confirmou que irá participar da homenagem.

Últimas