Minas Gerais Familiares protestam contra a PM por morte de jovem negro

Familiares protestam contra a PM por morte de jovem negro

Jefferson Guilherme, de 20 anos, foi morto a tiros quando estava sentado na porta de casa; ele não tinha passagem pela polícia 

  • Minas Gerais | Regiane Moreira, da Record TV Minas

Protesto aconteceu em Ribeirão das Neves (MG)

Protesto aconteceu em Ribeirão das Neves (MG)

Reprodução / Record TV Minas

Parentes e amigos de um jovem negro que teria sido morto pela Polícia Militar por engano fizeram uma manifestação nesta terça-feira (3), no bairro Veneza, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, local onde ele foi morto.

O protesto tem a intenção de denunciar a violência policial e mostrar que Jefferson Guilherme da Costa Santos, de 20 anos, foi morto injustamente, já que não teria nenhum tipo de envolvimento com o crime, segundo a família.

Entenda o caso

De acordo com a mãe e a irmã da vítima, Jefferson estava sentado na calçada na porta de casa quando foi morto por policiais militares no dia 28 de julho, em Ribeirão das Neves. Na troca de tiros, outro homem, de 27 anos, também teria morrido. Ele estaria foragido e havia mudado há poucos dias para o bairro.

Veja também: Policial penal é assassinado após festa em Vespasiano (MG)

Familiares de Jefferson contaram que o jovem não tinha passagens pela polícia e que não tinha envolvimento com esse suspeito. De acordo com os parentes, o jovem trabalhava de carteira assinada em uma distribuidora de medicamentos.

A Polícia Militar informou, por meio de nota, que a Corregedoria está apurando os fatos. A PM ainda ressaltou que os jovens que morreram e uma mulher que teria sido presa no mesmo bairro tinham envolvimento com crimes na região.

Últimas