Novo Coronavírus

Minas Gerais Fevereiro é o pior em mortes e 2º pior em casos de covid-19 em BH

Fevereiro é o pior em mortes e 2º pior em casos de covid-19 em BH

O segundo mês do ano registrou 482 mortes causadas pela doença, além de mais de 22 mil casos; indicadores estão em alta

Ocupação de leitos de UTI está subindo em Belo Horizonte

Ocupação de leitos de UTI está subindo em Belo Horizonte

Gil Leonardi/Imprensa MG

O mês de fevereiro foi um dos piores, desde o início da pandemia em Belo Horizonte. Dados obtidos junto aos boletins epidemiológicos da prefeitura da capital mineira mostram que fevereiro foi o que teve maior número de óbitos causados em decorrência da covid-19 e o segundo com maior número de casos — só perdendo para janeiro. 

Com relação aos óbitos, a Prefeitura de Belo Horizonte registrou 482 mortes de pacientes internados com complicações causadas pela doença. O número é 21% maior que o que foi registrado no mês anterior: 369. O recorde de óbitos mensal, até o momento, era agosto, quanto foram registradas 452 mortes causadas pela covid-19. 

Confira o número de mortes por mês em Belo Horizonte: 

Fevereiro/21: 482
Janeiro/21: 369
Dezembro/20: 233
Novembro/20: 168
Outubro/20: 222
Setembro/20: 268
Agosto/20: 452
Julho/20: 408
Junho/20: 95
Maio/20: 29

Janeiro é o mês com mais casos e mortes por covid-19 em Minas

Além do recorde no número de mortes causadas por covid-19, o mês de fevereiro foi o segundo com o maior registro de testes positivos na capital mineira. Nos 28 dias do mês, foram diagnosticados 22.236 casos. O resultado só fica atrás apenas do mês de janeiro, quando foram registrados 25.464. 

Confira o número de casos por mês em Belo Horizonte:

Fevereiro/21: 22.236
Janeiro/21: 25.464
Dezembro/20: 9.776
Novembro/20: 6.047
Outubro/20: 6.048
Setembro/20: 8.538
Agosto/20: 13.049
Julho/20: 14.501
Junho/20: 4.689
Maio/20: 1.037

Alta dos indicadores

O mês de março começa com sinal de alerta em Belo Horizonte, com a alta de indicadores monitorados pela prefeitura nesta segunda-feira (1º). Na data, a taxa de transmissão do coronavírus (RT) voltou à fase vermelha, atingindo 1,2 - o maior patamar dos últimos nove meses. Na última semana, o RT na capital mineira chegou a estar em 0,94, ou seja, na fase verde que indica que a pandemia está controlada. 

A taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) também subiu e se mantém na fase vermelha. De acordo com o boletim epidemiológico, de cada 100 leitos, 74,7% estão ocupados com pacientes com covid-19. 

Últimas