tragédia brumadinho
Minas Gerais Funcionários da Vale presos prestam depoimento ao MP

Funcionários da Vale presos prestam depoimento ao MP

Oito empregados da mineradora foram detidos, na última sexta-feira (18), durante investigação sobre o rompimento da barragem de Brumadinho

Oito funcionários da Vale estão detidos na Grande BH

Oito funcionários da Vale estão detidos na Grande BH

Reprodução / Record TV Minas

O MPMG (Ministério Público de Minas Gerais) continua colhendo, na tarde desta segunda-feira (18), depoimentos dos funcionários da Vale presos na investigação sobre o rompimento da barragem de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Na última sexta-feira (15), oito empregados que fazem parte do corpo técnico e de engenheiros da companhia foram detidos. Segundo o MP, eles trabalhavam diretamente com a certificação de estabilidade da estrutura rompida no dia 25 de janeiro.

Mulher resgatada por corda vive luto da morte da família na lama

Alguns dos presos prestaram depoimento ainda na sexta-feira, mas os trabalhos não foram concluídos. Para esta tarde, está previsto que dois deles sejam levados para o Departamento Estadual de Investigações de Crimes Contra o Meio Ambiente da Polícia Civil, onde serão ouvidos.

Os oito funcionários da companhia estão presos na penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A detenção é provisória e vale por 30 dias. A reportagem tenta contato com a defesa dos detidos.

Procurada, a Vale informou que considera as prisões "desnecessárias", uma vez que "os funcionários já haviam prestado depoimento de forma espontânea". A empresa afirmou, ainda, que que está cooperando com as investigações.

Veja a nota da Vale na íntegra:

"A Vale considera as prisões desnecessárias, pois os funcionários já haviam prestado depoimento de forma espontânea e sempre estiveram disponíveis para esclarecimentos às autoridades. A companhia tem apresentado documentos e informações voluntariamente e, como maior interessada na apuração dos fatos, permanecerá contribuindo com as investigações."

Imagens mostram o resgate das vítimas em Brumadinho (MG):