Minas Gerais Governo de MG avalia desconto em pedágios para usuários frequentes

Governo de MG avalia desconto em pedágios para usuários frequentes

Em entrevista à Live RecordTV Minas, subsecretário também falou sobre construção do Rodoanel da Grande BH e privatizações

  • Minas Gerais | Giovana Maldini*, do R7

Ação faz parte de projetos de mobilidade

Ação faz parte de projetos de mobilidade

Reprodução / Pixabay

O Governo de Minas Gerais planeja alternativas para melhorar os custos dos pedágios nas rodovias do Estado para a população. Uma delas é oferecer um desconto para os usuários frequentes.

O anúncio foi feito pelo subsecretário de Transportes e Mobilidade de Minas, Gabriel Fajardo, durante a Live da RecordTV Minas, nesta quinta-feira (28).

— Estamos pensando no usuário, mas principalmente, pensando em trazer benefícios para a população, para quem usa essas rodovias, onde temos tantas mortes.

O subsecretário ainda falou sobre a construção do Rodoanel, que deve ter início em 2023. A obra visa dasafogar o fluxo de veículos do atual Anel Rodoviário da Grande BH. Farjardo avalia que o projeto vai melhorar o deslocamento e facilitar o acesso às cidades da região, além de gerar empregos.

— Para os municípios estamos falando de um aumento de R$ 500 milhões da arrecadação do INSS, de 10 mil empregos gerados. Em termos de vida, hoje nós estaríamos evitando cerca de 1.000 acidentes ao ano que nós temos no Anel Rodoviário. Estamos falando de uma diminuição de 5.000 veículos comerciais do Anel para o Rodoanel.

Rodoviária de Belo Horizonte

Na entrevista, o subsecretário também comentou sobre privatização da rodoviária de Belo Horizonte, que está em processo de concessão. Farjado destacou que o objetivo é promover melhorias no terminal localizado no Centro da capital mineira e em estações do Move Metropolitano, que também passariam a ser administrada pela iniciativa privada.

O representante do governo foi questionado sobre o projeto que prevê a construção de uma nova rodoviária no bairro São Gabriel, na região Nordeste. Sobre o assunto, ele destacou que a obra não é o foco do contrato de concessão.

— Esses contratos são de longo prazo. São Gabriel é um projeto da prefeitura, que hoje está paralisado. Mas, quando concedemos a rodoviária por 30 anos, certamente se tiver alguma alteração nos serviços que a gente entenda que é devido e passar a ter novos serviços, o contrato de concessão permite esse tipo de flexibilidade.

Live RecordTV Minas

Gabriel Fajardo também falou sobre a ampliação do metrô de Belo Horizonte e a licitação do Aeroporto da Pampulha em entrevista à live RecordTV Minas nesta quinta-feira. 

As transmissões acontecem toda semana no canal da emissora no YouTube. O programa traz entrevistas com nomes relevantes do Estado. Na última edição, a delegada chefe do Núcleo de Feminicídio da Polícia Civil de Minas Gerais, Ingrid Estevam, falou sobre crimes violentos contra a mulher e os sinais de alerta que podem surgir durante o relacionamento.

Assista à integra da entrevista com Gabriel Fajardo:

*Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas