Novo Coronavírus

Minas Gerais Governo de MG pede cuidados contra covid no Dia dos Pais

Governo de MG pede cuidados contra covid no Dia dos Pais

Secretário adjunto de Saúde alertou que a população deve evitar aglomerações, manter o uso de máscaras e se atentar aos parentes idosos 

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Cabral pediu atenção da população no Dia dos Pais

Cabral pediu atenção da população no Dia dos Pais

Divulgação / Governo de Minas / Pedro Gontijo

O secretário adjunto de Saúde de Minas Gerais, Marcelo Cabral, aproveitou a coletiva do governo nesta sexta-feira (7) para pedir atenção da população em relação aos cuidados de proteção neste domingo (9), quando é comemorado o Dia dos Pais.

Cabral alertou que o uso de máscara e a higienização frequente das mãos não devem ser esquecidos, bem como aglomerações devem ser evitadas.

— A gente precisa manter toda a atenção, o distanciamento, a higiene e aquilo tudo que a sociedade aprendeu. Uma chamada de atenção também com relação a pais mais idosos.

Nesta sexta-feira, o Estado chegou a 3.381 mortes provocadas pelo novo coronavírus. Foram 77 óbitos de ontem para hoje, sendo a primeira vez após três dias que o número ficou abaixo de 100.

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) avalia que a alta nas confirmações se deve à troca do sistema de contagem de casos. Minas passou a adotar o Sivep-Gripe, do Governo Federal. Alguns Estados relatam problemas com a plataforma, que estaria representado as notificações e soltando-as de uma vez no mesmo dia.

Sobre a situação, Cabral afirmou que a SES mantém contato com as regiões de saúde do interior do Estado na tentativa de agilizar o registros de contaminações.

— Esse contato tem sido feito a todo tempo. Estamos fazendo todos os esforços juntos aos municípios para ajustes nestes dados.

Durante a coletiva, o secretário adjunto revelou, ainda, que o Rt, taxa que mede a transmissão da covid-19, está em 0,93, o que significa que cada grupo de 100 pessoas está transmitindo o vírus para 93. Quando o índice se mantém abaixo de 1, a doença caminha para redução. O dado é referente a esta quinta-feira (6).

Últimas