Novo Coronavírus

Minas Gerais Governo de MG suspende 'onda roxa' na Grande BH e mais 4 regiões

Governo de MG suspende 'onda roxa' na Grande BH e mais 4 regiões

Cidades da região metropolitana estão incluídas na flexibilização; nova fase permite o funcionamento de todas as atividades

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7, com Garcia Junior, da RecordTV Minas

Cidades terão permissão para abrir comércio

Cidades terão permissão para abrir comércio

Reprodução/RecordTV Minas

O Governo de Minas anunciou, nesta quarta-feira (14), a suspensão da "Onda Roxa" na região metropolitana de Belo Horizonte e em mais quatro regiões do Estado.

Com isso, as cidades da Grande BH e das regiões Jequitinhonha, Norte, Sul e Sudeste avançam para a "onda vermelha", que permite o funcionamento de todas as atividades e até a realização de eventos presenciais com até 30 pessoas. A cidade de Curvelo e a microrregião de Manhuaçu também evoluem para a onda menos restrita.

De acordo com o governador Romeu Zema (Novo), que comemorou a decisão, no entanto, é preciso continuar com os cuidados para evitar a disseminação do coronavírus.

— Cerca de 60% a 70% do Estado está, agora, na Onda Vermelha. Essa é uma evolução muito grande, mas estamos longe de termos um conforto. E isso tem que ficar claro. Ainda temos um sistema hospitalar que opera com carga pesada. Os profissionais de saúde estão cansados e as vagas são poucas. Temos de lembrar que precisamos continuar tomando os cuidados. 

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Fábio Bacheretti, não está descartado, no entanto, um retorno à onda roxa, caso os indicadores voltem a piorar. 

— A Onda roxa continua sendo uma alternativa. As regiões estão progredindo e é importante que o gestor público local e a população entendam que o vírus continua circulando e que mantenhos os cuidados para que não tenhamos que voltar a ela. 

Últimas