Coronavírus

Minas Gerais Governo de Minas diz não ter capacidade para produzir vacina

Governo de Minas diz não ter capacidade para produzir vacina

Em nota, Secretaria de Estado de Saúde diz depender de transferência de tecnologia e adequação na planta da Funed

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7

Funed precisa de "adequações na planta", de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde

Funed precisa de "adequações na planta", de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde

Reprodução / Google Street View

Minas Gerais não tem capacidade, hoje, para produzir vacinas contra a covid-19. A constatação foi feita pela própria SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais), em nota divulgada nesta quinta-feira (28).  

Uma eventual produção em massa de imunizantes depende, de acordo com a pasta, de transferência de tecnologia e adequações na planta da Funed (Fundação Ezequiel Dias). 

"A estrutura atual, diferente da existente no Instituto Butantã e na Fundação Oswaldo Cruz, não permite a produção imediata de imunizantes contra a covid-19", disse a SES-MG.

Ainda de acordo com a secretaria, a produção de vacinas também deve levar em conta o acesso a insumos, "hoje em falta em todo o mundo".

Ainda segundo nota da Secretaria de Estado de Saúde, o Governo de Minas tem garantido o acesso "de todos os mineiros que desejam vacinar-se contra a Covid-19". De acordo com a pasta, até o momento, foram recebidas do Ministério da Saúde mais de 855 mil doses, que estão sendo distribuídas a todos os municípios mineiros. 

De acordo com dados do próprio Governo de Minas, no entanto, foram distribuídas menos de 500 mil doses desde a semana passada. O total de pessoas vacinadas no Estado chega a 148.785, sendo que 135 mil são profissionais de saúde.

Negociações

O Governo de Minas confirmou que tentou negociar doses diretamente com o laboratório chinês Sinopharm, mas que as negociações não foram adiante pela falta de dados sobre as fases de testes 1 e 2. 

"Durante a pandemia, o tempo de ações e de negociações deve ser o mais rápido possível, desde que não comprometa as questões de segurança. Sem acesso a essas informações e a dados estratégicos, não é possível concluir uma tratativa", diz a nota da SES-MG.

Ainda de acordo com a pasta, hpa tratativas "com diversos laboratórios para parcerias em fases de testagem, visando garantir prioridade na aquisição de vacinas, que seriam repassadas ao Ministério da Saúde". 

Últimas