Minas Gerais Homem é condenado por matar mulher que recusou sexo com ele

Homem é condenado por matar mulher que recusou sexo com ele

Rogério da Silva empurrou mulher de passarela de 4,5 metros de altura e escondeu o corpo dela; crime aconteceu em 2019

Homem empurrou mulher da MG-129, em Mariana (MG)

Homem empurrou mulher da MG-129, em Mariana (MG)

Reprodução/Google Maps

Um homem que matou uma mulher e escondeu seu corpo depois que ela se recusou a fazer sexo com ele foi condenado a 26 anos e quatro meses de prisão. O crime de homicídio e ocultação do cadáver ocorreu em 2019, na cidade de Mariana, a cerca de 110 km de Belo Horizonte. O julgamento foi realizado no dia 5 de outubro, no Tribunal do Júri da cidade. ,

De acordo com o Ministério Público de Minas Gerais, Rogério da Silva discutiu com a companheira e foi até um evento, onde encontrou com a vítima durante um show. Os dois teriam consumido cerveja e deixaram o local juntos em direção à casa da mulher. No caminho, ele teria empurrado a vítima de uma passarela quando ela se recusou a manter relação sexual com ele. A mulher caiu de uma altura de 4,5 metros e não resistiu aos ferimentos. 

Em seguida, ainda de acordo com o MPMG, o homem arrastou o corpo da vítima e colocou uma cobertura vegetal sobre ele, para dificultar sua localização. O corpo só foi encontrado três dias depois.

A denúncia diz que o crime foi cometido em razão do gênero e por motivo torpe e repugnante que ainda dificultou a defesa da vítima, que estava embriagada e foi "surpreendida pelo ataque de fúria do agressor".

Últimas