Minas Gerais Homem que estuprou enteada é condenado a 20 anos de prisão

Homem que estuprou enteada é condenado a 20 anos de prisão

Enteada foi estuprada dos 12 aos 14 anos e ficou grávida; mãe dela sabia dos abusos e foi condenada a 15 anos, por omissão

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7

Crime ocorreu na cidade de Ipanema (MG)

Crime ocorreu na cidade de Ipanema (MG)

Reprodução/Google Maps

Um homem foi condenado a 20 anos e seis meses de prisão por ter agredido a ex-mulher e uma das filhas dela e estuprado outra enteada em Ipanema, a 365 quilômetros de Belo Horizonte, na região do Vale do Rio Doce. A ex-companheira dele, que é uma das vítimas, foi condenada a mais de 15 anos de prisão por ter se omitido diante dos abusos praticados por ele contra uma das filhas. 

De acordo com a denúncia da Promotoria de Justiça da cidade, os crimes aconteceram entre os anos de 2016 e 2018. O homem agrediu a ex-mulher e uma das enteadas, e estuprou a outra desde que ela tinha 12 anos de idade. As investigações levantaram que o agressor praticou, ao menos, 10 estupros nesse período. Um deles resultou na gravidez da menina. 

O MPMG pediu à Justiça a condenação do homem por agressão à ex-mulher, estupro de vulnerável em relação à enteada, quando ela tinha menos de 14 anos, estupro contra pessoa maior de 14 e menor de 18 anos e agressão à outra enteada. 

Com relação à ex-companheira dele, o MPMG pediu a condenação por omissão diante dos abusos sexuais suportados pela filha, que resultaram em gravidez, após ela completar 14 anos de idade.

Últimas