Novo Coronavírus

Minas Gerais Hospital de campanha de BH deve ser aberto até a próxima semana

Hospital de campanha de BH deve ser aberto até a próxima semana

Secretário de Saúde destaca que unidade vai começar atender com capacidade reduzida até a contratação de empresa para administrar o serviço

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Unidade foi montada em um centro de convenções

Unidade foi montada em um centro de convenções

Divulgação / Governo de Minas / Gil Leonardi

O secretário de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, anunciou, nesta segunda-feira (6), que o hospital de campanha montado em Belo Horizonte para atender casos de covid-19 deve ser aberto até o dia 15 de julho.

A unidade, que tem capacidade para receber 768 pacientes em estado leve ou moderado, está pronta desde o final do mês de abril.

Segundo Amaral, o hospital deve entrar em funcionamento com aproximadamente 30% da capacidade até que uma organização sem fins lucrativos seja contratada para administrar a estrutura. A expectativa é que o processo seja concluído até o dia 16 de julho.

— Nós estamos em um processo avançado, já de preparação para abertura de alguns leitos do hospital de campanha. O que nós objetivamos com esses leitos é que eles deem suporte à capacidade que nós temos de operação na Fhemig.

O secretário destacou, ainda, que antes que fosse necessário abrir o hospital de campanha, o governo trabalhou para ampliar o número de leitos nas demais unidades de saúde.

— A mioria dos hospitais que ja tinham terapias intensivas foram inseridos no plano de cada região de forma que tivessem a capacidade de assistência ampliada.

A estrutura montada em um centro de convenções no bairro Gameleira, na regiões Oeste de BH, não terá UTIs (unidades de tratamento intenviso). O governo preparou com a ajuda de empresários 180 destes leitos em um hospital particular da cidade de Betim, na região metropolitana, mas ainda não informou a data de início das operações.

Últimas