Protestos pelo Brasil
Minas Gerais Idoso de 79 anos sofre AVC durante protesto contra Dilma em BH

Idoso de 79 anos sofre AVC durante protesto contra Dilma em BH

Outras duas pessoas passaram mal e foram atendidas durante a manifestação

Idoso de 79 anos sofre AVC durante protesto contra Dilma em BH

Um idoso de 79 anos sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) durante a manifestação contra o governo Dilma Rousseff e o PT (Partido dos Trabalhadores) neste domingo (15) na praça da Liberdade, região centro-sul de Belo Horizonte.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima passou mal durante o ato e foi socorrida por uma unidade da corporação. O idoso foi levado para o Hospital Pronto-Socorro João 23, na região leste da capital, e não corre risco de morrer.

Leia mais notícias de Minas no R7

Os militares ainda atenderam outras duas ocorrências envolvendo manifestantes nesta manhã. Uma mulher, que não teve a idade informada, sofreu um mal súbito e foi encaminhada ao Hospital Biocor.

Uma terceira pessoa foi socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) com um quadro de parada cardiorrespiratória. Os bombeiros fizeram os primeiros procedimentos e a vítima conseguiu retomar a consciência antes de ser levada para o hospital.

O ato

Segundo a Polícia Militar, a manifestação reuniu 24 mil pessoas durante a manhã. Com apitos, panelas, faixas, cartazes e vestidos em maioria com a camisa da Seleção Brasileira, os manifestantes chegaram cedo à praça da Liberdade, que começou a ser ocupada por volta das 9h. Ele gritavam palavras de ordem “contra a roubalheira” e pediram “salva de palmas para a PM''.

O ato foi convocado pelos movimentos Vem Pra Rua, Brava Gente, Patriotas e Revoltados Online. Os grupos garantem que são apartidários e que não aceitam propostas de golpe militar, mas receberam o aval de partidos de oposição, como o PSDB, DEM e Solidariedade para irem às ruas. Ainda assim, há diversos manifestantes com adesivos do senador Aécio Neves, usado durante a campanha presidencial, e outro criado especialmente para o evento, com a frase "Não vamos nos dispersar", dita tanto por Tancredo Neves como pelo ex-governador de Minas.

Contra Dilma e contra o impeachment

Com bandeiras menos "radicais" o Vem Pra Rua destaca em seu manifesto na internet que é contra o impeachment porque não há fato jurídico que o justifique. A neurocientista Carla Girodo, que integra o Vem Pra Rua e o Revoltados Online, afirma que não se pode "combater uma ditadura, entre aspas, bolivariana, defendendo outro regime autocrático".

— Nossa bandeira é a democracia, a ética na política, o Estado eficiente e desinchado e redução da carga tributária. O Brasil tem tudo para ser uma potência mas está sendo uma "impotência". Um exemplo de lugar que vemos como deu certo é a Alemanha, que vive a liberdade econômica, estimula o empreendedorismo e permite a geração de riqueza.

    Access log