Coronavírus

Minas Gerais Índices da covid-19 em BH sobem e voltam a ficar na fase amarela

Índices da covid-19 em BH sobem e voltam a ficar na fase amarela

Transmissão da covid-19 sobe e indica o aumento na disseminação do vírus na cidade; doença já matou 2.721 pessoas na capital

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento e Célio Ribeiro*, do R7

Pandemia da covid-19 dá sinais de expansão em BH

Pandemia da covid-19 dá sinais de expansão em BH

Divulgação / PBH

Os três índices de monitoramento da pandemia da covid-19 em Belo Horizonte subiram, nesta quinta-feira (25) e voltaram a ficar juntos em nível amarelo de alerta.

A taxa de transmissão do coronavírus passou de 0,98 para 1,01. Quando este índice, conhecido como Rt, fica acima de 1, é um indicativo de que a disseminação do vírus na cidade está em expansão.

Veja: BH recebe pacientes de cidade que vive explosão de casos de covid

A ocupação dos leitos de terapia intensiva para pacientes com a doença passou de 66,9% (já na fase amarela) para 69,7%, se aproximando da onda vermelha. Atualmente, 171 dos 565 das UTIs da capital estão livres. Já a ocupação dos leitos comuns passou de 50,6% para 50,9%.

Covid-19 em BH

Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.378 testes positivos para a covid-19 e 10 óbitos causados pela doença. A capital mineira soma 108.269 casos confirmados e 2.721 mortes, além de 101.815 curados e 4.733 pacientes em acompanhamento.

Os homens representam mais de 54% das mortes causadas pelo novo coronavírus em Belo Horizonte. Mais de 97% das vítimas tinha alguma doença preexistente ou fator de risco, como idade avançada, problemas cardíacos ou diabetes. Até o momento, a capital mineira já registrou três óbitos de menores de idade.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas