Minas Gerais Instituto denuncia administração do Edifício JK ao Ministério Público por má conservação 

Instituto denuncia administração do Edifício JK ao Ministério Público por má conservação 

Infiltração na laje do prédio, que é tombado pela Prefeitura, existe há dois anos e ameaça acervo histórico que fica dentro do local

  • Minas Gerais | Maria Fernanda Ramos*, da Record TV Minas

Instituto denuncia que infiltração existe há dois anos

Instituto denuncia que infiltração existe há dois anos

Reprodução/Record TV Minas

O Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais (IHGMG) entrou com uma representação no Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) nesta sexta-feira (20) contra a administração do Edifício JK, situado na região centro-sul de Belo Horizonte, devido a uma infiltração grave no prédio. O edifício é tombado pela Prefeitura de Belo Horizonte. 

Segundo o Instituto, a infiltração na laje do prédio existe há dois anos, mas nada foi feito pela administração do condomínio para solucionar o problema. A sede do instituto chega a ter goteiras espalhadas por todo o local. 

O patrimônio do IHGMG não chegou a ser afetado pela infiltração, mas, caso continue se agravando, pode afetar. "Está em risco o patrimônio bibliográfico, documental, artístico e cultural", afirmou o Instituto.

A Polícia Militar também esteve no local registrando Boletim de Ocorrência. Após a lavratura do BO, a representação será encaminhada ao MP e ao condomínio do edifício.

A administração do edifício informou que a infiltração é dentro da loja, onde está o Instituto Estadual, e não em decorrência de problemas no edifício. E que cabe ao instituto ou ao estado a reforma. A administração informou também que mantém o diálogo com o instituto.

*Estagiária sob supervisão de Antônio Paulo

Últimas